Sexo no sofá

  • 15 de fevereiro de 2018
  • 19200 views

 

Essa é uma daquelas transas do dia a dia, em casa numa tarde de sábado qualquer.

Sai do banho e fui até a sala só de toalha, já estava com a cabeça nas nuvens e encontrei minha gatinha deitadinha no sofá navegando na net.

Sem dizer nada tirei o pc de sua mão, sentei ao seu lado e pedi que levantasse. Ela obedeceu e disse “o que vc quer?”, afastando a toalha com o pau já duro, eu fui tirando sua blusa deixando ela de sutiã, leg e uma calcinha rosa pequenina bem marcadinha pela calça. Comecei a beijar sua barriguinha, abraçava aquela bunda deliciosa e puxava a leg um pouco para baixo só para deixar os fiozinhos da calcinha aparecendo. Eu beijava, baixava um pouquinho mais a leg e ia passando a lingua no cantinho de sua virilha.

Tirei seu sutiã e comecei a beijar os seus peitinhos, pequenos, cabem inteiros na boca, passava a lingua nos biquinhos e abocanhava.

Virei a de costas, tirei sua calça, passei a lingua por toda sua bunda, me levantei, dei uma encoxada e virei ela para mim. Nos beijamos com vontade enquanto ela pegava meu pau e eu comecei a brincar com sua buceta que já ficava bem molhada.

Coloquei ela no sofá, de pernas bem abertas e comecei a lamber, que gostinho delicioso de tesão, a buceta lisinha como sempre e eu passando a lingua, da entrada do cuzinho até o começo de sua barriga. Enfiava minha lingua bem fundo, sugava todo aquele liquido gostoso, beijava e lambia.

Me levantei, fui subindo em seu corpo até deixar meu pau bem na frente de sua boca, ela pegou nele, abriu sua boquinha e colocou tudo de uma vez só. Ficou alguns minutos naquele boquete maravilhoso, eu sentindo meu pau entrando e saindo daquela boquinha, sentindo aquela lingua fazendo movimentos circulares na cabecinha.

Sai de cima dela, me posicionei na entrada de sua bucetinha e entrei com tudo, a essa altura estávamos totalmente melecados por saliva e tesão, foi só meter com força para dar ritmo. Depois, como sempre, diminuimos o ritmo e começamos a fazer bem devagar. Eu puxo as pernas dela um pouco, agarro bem a sua bunda e começamos a nos esfregar, deixando meu pau no ponto certo onde a leva a loucura.

Me encaixo bem entre sua pernas, dou uma forçada pra dentro e digo bem baixinho em seu ouvido “quer gozar, então me aperta e esfrega bem essa buceta gostosa!”. Ela começa a gemer alto e eu vejo aqueles olhinhos verdes virando, ela relaxa, sinto sua buceta ainda mais molhada e começo novamente a meter com força. Nessa hora, logo depois do gozo, ela fica bem sensivel e geme bastante com as entocadas.

Tirei meu pau pra fora, deitei no sofá e pedi que ela viesse em cima de mim. Mas não de frente, ficasse de costas, virada para os meus pés, deixando aquela bunda incrível virada para mim. Foi ajeitando a bucetinha bem na ponto do meu pau, eu com a visão daquela bundona, foi descendo até entrar tudo e começo a rebolar. Eu ali, quase imóvel, só apreciando aquela visão mágica. Agarrei bem a sua bunda e comecei a subir e descer, fazendo seu corpinho balançar em cima do meu. Abri bem aquela bunda, botei o mais fundo e gozei… Sentia os jatos dispararem para dentro dela com força, enquanto ela senta bem gostoso em meu pau que vai amolecendo.

Ela sai de cima, deita nua ao meu lado e acabamos coxilando abraçados.

Contos relacionados

© 2018 - Ler Contos Eroticos
Xvideos - Porno Gratis - Videos de Sexo