Ler contos eroticos

Compartilhe
Favoritos | Feeds

Sou putinha agora

Postado 20/06/2012 em Heterosexuais

Realizei o desejo de minha mulher: Ser Prostituta.    Eu sempre quis ver minha mulher bem, piranha, bem vagabunda, bem puta; Ela por sua vez também gosta de ser, pois tem  a mente aberta; gosta dos prazeres que o sexo e o proibido, em que tudo  que normalmente a sociedade recrimina. O que me atrai nela é sua coragem de dividir comigo, sem pudor todas as suas taras e perversões mais (sujos e secretos).     Ela me pediu uma certa vez para comprar umas roupas diferentes para ela.    Quando perguntei de que tipo e para que? Ela respondeu: Que seria uma realização de um de nossos segredos. Então sai e comecei a imaginar: Pensei vou as lojas de sexy shopping para ver se têm algo interessante lá.    Chegando lá comecei a procurar o vendedor veio e perguntou se eu precisava de ajuda?Falai que sim: Quero uma roupa de prostituta para minha esposa porém que ela possa usar na rua:     Sai da loja satisfeito, sabendo que ela também adoraria:Cheguei em casa e mostrei a ela o quê comprei : Ela deu pulos de satisfação e alegria pois sabia que iria se divertir muito naquela noite.Ela foi se depilar, tomar banho  e ficar cheirosa,  e se maquiou como uma vagabunda. Pegamos o carro e saímos:Começamos a andar e a procurar por ruas que tinham uma movimentação maior de carros a procura.  Achei esta tal rua, ela me deu um beijinho sorrindo, Vi descendo do carro uma verdadeira prostituta: ela estava com os cabelos longos e soltos , loiros, pintura pesada no rosto, uma blusa segunda pele preta semi-transparente com os mamilos disfarçadamente a mostra, uma saia curta que aparecia as popas, colada, bem colada, de couro vermelho brilhante, contratando com sua pele muito branca e para finalizar umas de mãos e pés com um vermelho tipo quero te dar:  Estacionei o carro num escurinho e fiquei quietinho olhando. Ela parou na esquina e se olhou no espelho: olhei para o lado e vi que ela tinha deixado a calçinha no banco do carro. Pensei: Que vaca , safada largou a calçinha aqui no banco, esta com  a porra da bucata e do cú  pegando ventinho toda livrem safada gostosa. Eu muito excito não via a hora dela entrar em ação falando abaixada num carro com um cliente:Quando de repente parou o 1º carro do lado da minha puta. Ela debruçou e começou a rir com o cara . eu não escutava pois estava longe, mais estava interessante o papo ela ria muito.Logo o carro saiu, já chegando o segundo e parando. Ela se abaixou de novo e o cara já colocou as mãos nos mamilos dela e ficou apertando, ela fez cara de quem gostou do toque ,Meu pau ficou duro com a cara da safada!  Sai do do carro e tinha uma arvore bem perto e escura , deu pra mim ficar ali escondido ouvindo as coisas e vendo melhor.O cara perguntou quanto era para comer e como era o serviço:   Ela falou que era caro muito caro, E que o serviço era completo.O cara perguntou quanto: ela disse 300,00, o cara falou adorei mais esta alto para mim. Obrigado gostosa.   Chegou um 3º carro, e parou ela se abaixou e o cara falou não posso sair com vc pois tenho um compromisso, mais estou morrendo de tesão nas tuas coxas piranha, quero ao menos toca-las posso. Ela respondeu pode mediante a pagamento.  O cara pegou umas notas de cem sem contar e falou não vou meter em vc mais quero te tocar toda aqui e agora, então fica aqui pertinho da porta. Ela se aproximou da porta e ele começou  colocando os mamilos dela para fora e tocou os e falou que peito gostoso vadia vou chupar: caiu de boca nos seios dela ela fez uma carinha de tesão louco e eu também estava de pau duro vendo.Ele chupou, chupou e chupou, ai fez ela levantar a saia e meteu a mão na buceta dela enfiando os dedos e mexendo, dava para para ver a cara da vadia gemendo baixinho , gostando dos dedos socando na xota, ela sem se conter começou a trepar nos dedos do cara , rebolava e mexia muito, escorrendo pelas pernas , minha esposa estava gozando piranha gostosa. O cara pediu para ela virar e se debruçar no vidro do carro, assim ficando com o cu todo aberto , piscndo , eo cara sem perder tempo e ao mesmo tempo se masturbando e mostrando pra ela ao pica dura por ela , ela relaxou e o cuzinho engoliou os dedos dele fácil , e começou a rebolar  o cu nos dedos do cara gozando novamente.   MINHA VAGABUNDA ESTAVA MUITO GOZADA E EXCITA. QUANDO O CARA FALOU PIRANHA VOU GOZAR TENHO QUE IR, TUDO BEM?  Ela estava tão entregue que não respondeu nada e com isto o cara levantou e começou a gozar.O carro foi e chegou o 4º carro: A mesma coisa o cara falou , falou e falou, e pagou para tocar no corpo dela ao menos, ele tocou no corpo dela todo e ela gozou de novo. Cheguei e o cara levou um susto. Briguei com ela dizendo que era uma prostituta porém tinha dono, então como já tinha gozado varias vezes iria me dar prazer ali e agora também .  Tirei a roupa dela toda deixando-a nua branquinha na noite . E o cara sentou e ficou olhando, eu como louco peguei minha piranha e comecei a dar uma coxa nela de pica ate ela gritar de tesão , e mostrava para o cara olhe o bucetão da minha piranha olhe como ele engole uma pica , soquei ate deixa-la bem arrombada e assada, ai sai  e coloquei ela de 4 e comecei a fuder o cu da cadela ate acontecer o mesmo mostrei pra ele elhe o que é cu.  este  agüenta pau amigo olhe. Meti meti meti, quando ela já estava toda arreganhada e exasta tirei a puta do meu pau e fiz ela ajoelhar e pedir porra na cara e boca , como amo esta vadia atendi o seu pedido e enchi a cara tetas e boca dela de porra, ela ajoelhada ainda engoliu tudo e limpou meu pau bem limpinho com sua língua vadia. O cara do carro gozou de olhar , eu agradeci  por ele ter amaciado a minha puta pra mim meter e jogar porra nela. Fomos para casa  satisfeitos e dormimos feito anjos.


Tags: contos heteros ler contos eróticos contos heterosexuais ler contos de heteros ler contos eróticos de heteros

categorias