Ler contos eroticos

Compartilhe
Favoritos | Feeds

Meu brinquedo gostoso

Postado 24/05/2012 em Lésbicas

 

Eu sempre fiz o tipo mulher independente, mas a alguns meses atrás eu me vi muito atolada com o trabalho, a faculdade e os meus cursos, o que me obrigou a contratar uma "secretária do lar". 

Como eu moro sozinha não quis enfiar uma desconhecida dentro da minha casa, então pedi a alguns amigos que se conhecessem alguém para o cargo que me avisasse.  Uma amiga então me disse que tinha uma prima que tinha acabado de chegar ao Rio de Janeiro e queria um emprego e um lugar pra ficar, só que ela tinha um problema; eu inocentemente perguntei qual seria esse problema, e ela me disse que a prima era lésbica.  Disse a ela que isso não seria um problema, já que eu quase nem parava em casa. Então no dia seguinte a menina veio a minha casa. Quando abri a porta quase não acreditei, não era possível que aquela mulher linda fosse lésbica. Mas eu não tinha nada a ver com isso, o que eu queria era uma empregada e nada além. O nome dela era Manuela, chamei-a carinhosamente de Manu, expliquei a ela o que esperava dela e se ela aceitaria o emprego. Ela me disse que sim, mas que precisaria ficar lá, eu disse que tudo bem pois tinha um quarto a mais na casa. 

No dia seguinte pela manhã, levantei-me e Manu já estava de pé e havia preparado um café da manhã fenomenal.  Tomei café e parti pra minha rotina, até que um belo dia encontrei Manu no corredor, apenas de calcinha e camiseta. Ela notou que eu a comi com os olhos. Então ela se desculpou e entrou em seu quarto.  O sábado amanheceu chuvoso e eu a chamei para vermos um filme em meu quarto, claro com segundas intenções. Coloquei o filme, nos cobrimos e começamos a ver.  Com 25 minutos de filme eu passei a mão em suas pernas e ela me olhou sem jeito. Eu fui subindo e coloquei a mão por cima de sua calcinha e perguntei a ela: - Você me quer? Ela me disse que sim, me beijou apaixonadamente e partiu pra cima  de mim.  Ficamos nos beijando por um longo tempo até que eu dei o primeiro passo. Fui descendo pelo seu pescoço até que cheguei aos seus lindos e rígidos seios. Suguei-os com voracidade e fui descendo pela sua barriga até que cheguei a sua xota, ensopada e cheirando a puro desejo.  Enfiei minha língua em sua fenda e ela deu um solavanco, eu continuei fazendo movimentos de vai e vem, e ela segurando em meus cabelos e gemendo feito uma cadela no cio. E eu a fodia incansávelmente com minha língua. Quando percebi que ela ia gozar eu enfiei dois dedos em sua Xana e a fidia com a língua e com os dedos. Ela gozou gostoso na minha boca!  Então foi a sua vez de me levar as nuvens. Colocou sua língua quente na minha xota e me fudeu como eu nunca havia sido fodida antes... eu gritava, gemia e a arranhava.  Ela me olhava com cara de safada e me mandava pedir mais, e eu pedia! Mandava ela me foder com força... ela me enlouqueceu... me fudeu muito e eu gozei em sua boca... depois disso caímos em um sono profundo, quando acordamos começamos a nos fuder e roçar nossas xanas novamente.


Tags: lésbicas contos de lésbicas contos eroticos contos eróticos de lesbicas lésbicas sexo ler contos eróticos de lésbicas

categorias