Ler contos eroticos

Compartilhe
Favoritos | Feeds

Minha professora me comeu

Postado 25/05/2012 em Lésbicas

Oi, sou a Jade, talvez vocês já tenham lido algum dos meus contos. Minha preferência é pelo lesbianismo como podem perceber. Hoje vou contar a experiência acontecida comigo e com a Fabiana, professora de uma academia de ginástica que freqüento. A Fabi como gosta de ser chamada é muito linda, muito mesmo, morena, corpo sempre bronzeado e sempre malhadinha. Uma delícia. Assim que comecei minhas aulas, a Fabi já demonstrou muita atenção e profissionalismo comigo e lógico com as demais alunas. Eu fiquei muito atraída por ela, ela é tudo de bom, mas tinha que cuidar para não misturar as coisas, embora eu seja meio atrevida quando o assunto é chegar em outra mulher. Só que com a Fabi foi diferente. Foi mais fácil, pois foi ela quem tomou a iniciativa de me convidar para ter uma aula extra na casa dela. Ela me disse Jade aqui na academia minha atenção fica bem dividida com todas as alunas, mas eu gostaria de te passar alguns novos exercícios que você vai adorar. Você aceitaria fazer umas aulas particulares em minha casa? Não vou te cobrar nada por isso, quer dizer, não financeiramente falando, e sorriu. Eu disse que sim, gostaria muito e saberia retribuir da forma que ela estava esperando. Ela me disse sua safadinha você já entendeu tudo né. Eu respondi, claro, afinal você não consegue esconder que está me desejando. Ela me disse, hum, você é uma boa aluna mesmo. Nem precisava mais nada. Depois da aula fomos direto para a casa dela. Chegando lá ela me pegou pela mão e me mostrou a casa e uma piscina que havia nos fundos. Aquela linda professora muito gostosa e putinha morava sozinha. Ela me disse, eu sou lésbica como você já percebeu e acho que você gosta também da mesma fruta não é. Disse que sim e lasquei um beijo e ela se derreteu toda, dizendo vou te comer sua gostosa safada. Quero chupar essa tua bucetinha cheirosa e molhada. E já foi metendo a mão por baixo de meu vestidinho e chegando até minha calcinha. Eu disse vai sua cadela, me fode então, do jeito que você sabe, sou toda sua hoje. Fomos para o quarto dela que tem uma cama redonda e espelhos laterais. O ambiente é preparado para muita safadeza mesmo. Foi logo tirando minha roupa e começou a morder e chupar os meus mamilos que estavam durinhos. Ela me dizia, nossa, você é muito gostosa, eu já sabia, mas quero provar todo esse seu corpinho sua lindona. Eu dizia você também é linda, me come, vai, me come. Nem precisou pedir, ela foi logo tirando com a boca a minha calcinha. Eu já estava rosnando e gemendo muito, pois a excitação era demais. Ela ficou nua também e eu disse nossa que peitos lindos você tem. Vem pra cima de mim, vem. Ela nem tinha chegado com sua língua grande e muito habilidosa até minha xana e eu já estava toda molhadinha. Ela me disse, nossa, que putinha mesmo você é, já está escorrendo esse melzinho antes que eu comece a te chupar. Aguenta aí agora gostosa, e meteu a língua na minha buceta. Eu comecei a gritar de prazer e a me contorcer toda na cama, ela não deu mole e foi fazendo o serviço com aquela língua maravilhosa. Enquanto me lambia e chupava, aproveitou e enfiou um dedinho em meu cuzinho e aí eu fiquei louca de vez, disse a ela você vai me fazer gozar já sua puta, e foi o que aconteceu, gozei na cara dela, ela enlouquecida comigo lambeu tudo que escorria de minha xana. Depois de gozar pela primeira vez, eu disse pra ela, agora é minha vez Fabi e fiz ela se deitar na cama. Fui direto em seus peitos grandes e firmes. Chupei eles com muita vontade e Fabi me disse chupa safada, são pra ti mesmo. Chupa eles. Não fiquei muito tempo chupando seus peitos, pois tinha uma bucetinha rosadinha e latejante me esperando. Comecei enfiando dois dedos nela e já fui lambendo tudo ao redor. Fabi estava louca, gritava e eu coloquei meus dedos lambuzados em sua boca e disse chupa e sente o teu gosto vadia. Continuei chupando aquela racha molhada e quente e disse vou te fazer gozar com minha língua, ela me disse sim, sim, me chupa, vai, e eu continuei até que ela não agüentou mais e gozou gostoso em minha boca. Mudamos de posição e fizemos um 69 muito quente. Conseguimos levar uma à outra ao gozo e ficamos quase sem forças. Ela me puxou e disse vamos fazer nossas bucetas brigarem, vem cá Jade e nossas xanas se enfrentaram numa briga em que as duas sairam ganhando  até que gozarmos de novo. Eu tinha um consolo na bolsa e disse pra ela vou enfiar todo em você, ela adorou e disse me fode com isso, vai, me fode. Meti aquele vibro nela e fiz ela gozar de novo. O lençol já estava todo lambuzado com nosso gozo e ficamos ali na cama as duas abraçadinhas se esfregando freneticamente. Dormimos um pouco e depois fomos tomar um banho gostoso juntinhas. Em seguida, fomos para a piscina, só nós duas, e transamos de novo mais tarde. É claro que nem voltei para casa naquela noite, fiquei lá mesmo com a safada da Fabi. De madrugada ela me acordava com seus dedos enfiados na minha buceta. Depois disso, não perco mais nenhuma aula particular na casa dela. Espero que tenham gostado. Beijos, Jade.


Tags: lésbicas contos de lésbicas contos eroticos contos eróticos de lesbicas lésbicas sexo ler contos eróticos de lésbicas ler contos eroticos de lesbica

categorias