Ler contos eroticos

Compartilhe
Favoritos | Feeds

Sexo no táxi.

Postado 10/10/2011 em No Emprego

 

Olá! Quero aqui relatar uma fantasia que realizei com uma amiga, ela era do tipo desinibida, a qual chamarei de Isabel, cabeça feita e adora exibir seu belo corpo, ela uma loura, com seus 1,68m, pesando 57Kg, seios médios e coxas grossas, era do tipo de mulher que chamava a atenção de qualquer homem, pois a mesma era professora de dança do ventre e fazia exibições em restaurantes árabes. Certo dia quando fomos a uma adega no centro de São Paulo, após alguns cálices de vinho, começamos a ter um papo adulto, onde nossas fantasias eram acompanhadas de risadas e a seguinte pergunta: “-Você teria coragem???”.

Pois entre uma fantasia e outra comentei que eu gostaria muito de transar no interior de um táxi, sempre que pensava nisso, imaginava a reação do motorista, para o meu espanto ela respondeu prontamente “- Você está a fim de realizar essa fantasia mesmo?” respondi que sim, então ela me disse que aquele seria o dia o qual aconteceria isso, comecei a ficar inquieto, imaginando  a cena, não via a hora de sair daquele lugar. Pagamos a conta e nos dirigimos para um ponto de táxi que havia ali perto, escolhemos o carro e o tipo de motorista, entramos e dissemos o nosso destino. O nosso condutor aparentava ter 45 anos de idade, começamos nosso percursso, após alguns minutos ela começou a abraçar-me e disser algumas palavras de sacanagem, de forma tal que o motorista ouvia e pelo espelho observava tudo, seus gemidos cada vez era mais intenso, então de repente Isabel começou a desvencilhar-se de sua blusa ficando apenas de sutiã, não demorou e tirou aquela peça íntima, o motorista quase bateu o carro, pois olhou para trás para ver o material, ela aperta o meu pau…então ela abriu o ziper de minha calça e começou a chupar, escutei o motorista dizer “-Que festa maravilhosa!!!”, perguntei então se ele gostaria de participar o que de pronto fui respondido com um sim. Então nos dirigimos a um drive-in, descemos do carro. Isabel desabotoou sua calça, deixando cair no chão, o rapaz estava sem graça, eu dei uma ajuda e disse q poderia tocar, chupar fazer o que quisesse, ele avançou como um lobo sobre a presa, começou a chupar o pescoço enquanto a agarrava fortemente, desceu pela barriga, seus dedos estavam perdidos dentro daquela calcinha branca que Isabel usava, os gemidos passaram a ser urros de tesão, então ela tirou o pau dele para fora e abocanhou de uma só vez, ela chupa muito bem, fazendo o pobre coitado gozar, então comecei a participar da festa, ela com a boca lambuzada de porra, começou a me chupar, após alguns minutos a coloquei sobre o capô do carro, abri suas pernas e meti frenéticamente até gozar, nosso recém amigo, não aguentando a colocou de 4 e a penetrou lentamente, xingando-a cada vez mais, gozando pela segunda vez, ficamos naquele lugar por 3 horas, após tanto suor, sexo e sacanagem fomos embora e logicamente o preço da corrida foi a xaninha de Isabel. Gosto de realizar fantasias, desde que não haja envolvimento HM, SM e drogas. Gosto de pessoas não fazem roteiro para as coisas acontecerem, deixam as coisas se realizar. Se você mulher, casal, estiverem a fim de algo assim, podemos conversar através do meu msn: loboumauquertecomer@hotmail.com, fico esperando.

 


Tags: lésbicas contos eroticos sexo no táxi sexo no emprego sexo no trabalho

categorias