Ler contos eroticos

Compartilhe
Favoritos | Feeds

Viagem a trabalho.

Postado 12/10/2011 em No Emprego

 

Bom, esse é o primeiro conto que escrevo.. comecei a curtir ler contos há um tempo atrás quando entrei sem querer num site. Achei muito excitante e comecei a ficar viciadinha nessa brincadeira..rsrs.. Sou loira natural, olhos verdes, cabelos lisos e compridos, peituda, bundão, etc... enfim... sem falsa modéstia.. Sou bonita e bem GOSTOSA! 

Moro na capital dos gaúchos, Porto Alegre e recém casada.

A sexualidade sempre foi muito aflorada em mim.. o que é um problema, porque mesmo amando muito meu marido, não deixei de ter vontade de trepar com outros caras.

Bom, a primeira história que vou narrar pra vocês aconteceu em abril desse ano, quando eu e um colega de trabalho fomos visitar um cliente no interior do Rio Grande do sul. O nome dele é Roberto, é alto, forte, moreno, faz um estilo ogro.. machão.. eu sou chefe dele, por isso sempre me tratou com respeito e tal, mesmo eu sabendo da fama de comedor dele.. é bem machista e sempre teve dificuldade de acatar ordens de uma mulher e mais nova que ele.

Como atenderíamos um cliente bem importante, fui super arrumada, salto altíssimo bico fino preto, saia, meia calça e camisa branca com um decote legal com um colarzinho que a pontinha dele acabava bem no meio dos peitos (pq sim! eu gosto de blusas decotadas.. o que é bonito é para se mostrar).. tava super chique.

Desde que entrei no carro eu senti que ele me deu uma checada geral.. e aprovou a visão. Nunca quis nada com ele, sou casada, e faço de tudo pra respeitar meu marido.. e outra estamos sempre brigando.. sempre tive um pouco de raiva dele pra falar a verdade...

Bom, a viagem foi indo, e nós repassando a reunião, os pontos estratégicos que iríamos abordar,etc... durante o percurso senti que ele olhava discretamente pras minhas pernas pros meus peitos.. e aquela situação começou a me deixar excitada.. estranhamente excitada.

Passamos o dia numa correria de visitas de clientes e tal.. e ele se aproveitando de qualquer pretexto pra encostar em mim, até que pegou a minha corrente que acabava bem no inicio do vão dos peitos para olhar olhar.. praticamente grudado em mim.. fiquei muito sem jeito e expliquei que era presente da minha avó, etc...

dali pra frente fiquei muito, mas muito excitada...

tava quente e fomos tomar uma bebida em um bar.. era um lugar bem bacana, super moderno, aconchegante.. e ali.. depois de uns chops.. começamos a nos soltar mais e a falar bobagens, rir.. papo vai papo vem começamos a falar de sexo.. de traição, etc.. começou a me dar um nervoso com a volta.. do jeito que estávamos.. com aquela química.. certamente aconteceria algo..

pegamos a estrada e meio bebinhos.. o que é muita irresponsabilidade. mas precisávamos vir embora... logo quando saimos, na primeira marcha já senti a mão na minha perna.. e um ops.. desculpa.. depois.. na sequencia foi pegar um cd que estava no porta trecho do lado do meu naco.. teve que colocar a mão por cima de mim..

A coisa tava fervendo no carro.. e eu resolvi entrar na onda.. discretamente abri mais um botão d minha camisa.. e senti olhares gulosos nos meus peitos.. pra provocar mais um pouquinho.. tava tomando água e deixei cair em cima da blusa.. bem nos peitos.. ai sim.. ele simplesmente paou o carro no acostamento e abriu minha blusa c violencia e começou a mamar meus peitos.. ele dizia q sempre quis isso... q tinha comido a noiva várias vezes sonhando c meus peitos.. e ele mordiscava, sugava, lambia... e eu me retorcia toda... e ja com a mão no pau dele... q parecia q ia explodir das calças.. eu amo ser mamada.. é meu ponto fraco.. e ele tava me deixando louca.. mordia os bicos.. mamava igual bezerro.. sugando as tetas.. tava animalesco..

Nos beijavamos c fúria.. com linguadas, lambidas.. pareciamos dos bixos irracionais.. eu irei o pau dele pra fora e comecei a chupar.. era um pau grande, grosso... e ele urrava, me chamava de vadia, cadela, dizia q sabia q eu era assim... que sentia cheiro de sexo em mim sempre... chupei, lambi as bolas.. enquanto chupava o pau dele ele me bulinava com o dedo.. rasgou minha meia calça no mio das pernas e enfiava os dedos... e apertava os bicos dos meus peitos com a outra mao... eu chupava enlouquecidamente.. os carros passavam e nos nem davamos bola... se estavao ou nao vendo.. ele ligou o carro e foi dirigindo ate uma entrada de mata.. fora da estrada... saiu do carro.. me levou pro capo do carro, me virou, subiu minha saia.. rasgou a meia.. arredou a calcinha e meteu o pau enorme em mim... metia com muita força.. metia e aperava meus peitosm lambia minha orelha.. me chamava de égua potrancuda.. eu tava fora de mim.. quase gozando.. ele me virou de frente.. me deitou no capo e começou a lamberminha buceta.. de um jeito q eu gritava de tesao.. ele enfiou a cara na minha buceta e eu apertava o rosto dele na minha buceta... rebolava na cara dele...
Eenfiou o pau de novo e enquanto me bombava chupava meus peitos.. eu nao aguentava mais.. entao começamos a gozar.. ele gozou como um cavalo dentro de mim.. nunca tinha tranzado s camisinha c ninguem a nao ser meu marido.. mas foi fantastico..

Paramos num posto para eu me limpar no banheiro e seguimos viagem.. ele foi me agarrando e me bulinando ate lá..

A sequencia dessa história.. conto nas próximas..hehe..


Tags: sexo no emprego sexo no trabalho sexo viagem a trabalho sexo

categorias