Ler Contos Eroticos » Fetiches » Comi a filha da minha patroa

Comi a filha da minha patroa

  • 23 de janeiro de 2019
  • 118 views

Safado traçou a ninfetinha filha da patroa

A filha da minha patroa é muito gata, tem 19 anos, loirinha, olhos azuis, magrinha, estilo modelo, bem perfeitinha, uma ninfetinha. Eu trabalho num escritório de advocacia como estagiário e ela sempre estava por lá. Os caras da empresa babam por ela, e a mulherada morre de inveja.

O nome dela é Gabi, ela é estudante de direito e tá sempre aqui. Eu sempre sou simpático, converso com ela, a gente começou a se dar muito bem, até que comecei a ficar louco por ela, não conseguia parar de pensar, ela é muito linda e gente boa, fui ficando gamadinho.

Morria de vontade de chamar ela pra sair mas não podia, onde se ganha o pão, não se come a carne, por isso segurei minha onda, mas um dia ela me chamou pra tomar um lanche perto da empresa, eu topei e começamos a ficar mais íntimos. Ela começou a perguntar se tenho namorada, sobre minha vida e começamos a sair escondido.

Um dia no escritório a mãe dela tinha saído, me ofereci para dar uma carona pra ela e no caminho ela me elogiou, disse que eu tava cheiroso e um gato e toda hora passava a mão na minha perna, não aguentei, parei o carro peguei ela pela nuca e dei um super beijo. Ela ficou assustada mas acabou correspondendo, senti a língua dela na minha boca, sua língua macia.

Meu pau ficou duro, ela soltou um gemido quando coloquei sua mão para acariciar minha pica, mas ela cortou meu barato dizendo que a gente precisava sair dali. Fomos pra minha casa, já entramos tirando a roupa, ela gemendo, peguei na sua buceta, tava toda molhadinha e meu pau bem duro.

A gente tava no maior esfrega, se pegando gostoso até que não aguentei e puxei os cabelos dela, abri minha calça e fiz ela chupar bem gostoso. Ela caiu de boca na minha pica, mamou bem gostoso, foi uma delícia de putaria.

Eu tava doido com a boquinha dela me mamando, já não tava aguentando mais, de repente, pedi pra ela ficar empinadinha, me abaixei e comecei a chupar sua bucetinha todinha, o gostinho dela é maravilhoso, uma delícia, quase morro de tanto tesão.

Chupei tudo, do cu até a buceta, ela gemia, rebolava na minha boca e eu com o pau latejando de vontade de meter nela não pensei duas vezes quando vi que ela tava prontinha. Fui socando a vara, atolei fundo, a gente nem pensou em camisinha, o tesão era demais.

Comecei um vai e vem delicioso, ela me deixou louco, gemeu, ficou doida, foi gostoso demais, ela rebolava e pedia pra eu meter mais forte enquanto virava a cabeça e me olhava com cara de safada.

Eu puxei ela pelos cabelos e comecei a bombar com mais força, a mulher é safada, aguenta demais e sem reclamar. Eu só comendo ela bem gostoso e ela gemendo e gritando feito uma putinha no cio querendo mais. Logo tirei minha pica porque ela disse que queria chupar sentindo o gostinho da bucetinha dela.

Ela deu mais uma mamada gostosa, não aguentei e gozei gostoso dentro da sua boquinha. Ela me olhou e engoliu tudinho, dizendo que meu leite é uma delícia e que queria mais. Me ajoelhei e voltei a chupar sua buceta até ela gozar na sua boca. O orgasmo que ela teve foi tão gostoso que eu não aguentei e acabei ficando de pau duro de novo.

Pedi seu cuzinho, ela me deu numa boa. Meti a pica devagar pois ela reclamava que tinha dado poucas vezes e não aguentava. Realmente ela é bem apertadinha em tudo e foi difícil colocar tudo pra dentro.

Quando coloquei foi só alegria, ela gemia de dor e prazer, começou a rebolar na minha pica e falar mil sacanagens. Meti tanto, fodi aquele cuzinho como se fosse uma buceta, tirei até sangue mas ela não queria parar. Meti, dei umas 10 socadas com força e acabei gozando de novo, tudo dentro do cuzinho dela.

Depois dessa rapidinha com a safada, levei ela pra casa mas no caminho bateu um fogo novamente na putinha aí ela disse que não ia aguentar dormir sem sentir o gosto da minha pica novamente e já foi abrindo meu zíper e chupando gostoso. Caralho, eu gozei tanto com ela que meu pau tava todo esfolado e eu sem energia nenhuma.

A safada lambia a cabecinha, as bolas, engolia tudo e me deixava doido, tive que me concentrar pra não bater o carro e mais uma vez gozei na boca dela.

Minha chefe não pode nem sonhar que comi sua filhinha gostosa, mas quando ela aparece no escritório, adoro dar carona pra essa putinha, principalmente se for pra um motel.

Contos relacionados

© 2019 - Ler Contos Eroticos
Porno - Xvídeos - Xvideos - Porno Gratis - Sexo Amador - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - - x videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional Contos Eróticos - - Videos Pornos