Ler Contos Eroticos » Fetiches » Fudendo a puta de beira de esquina

Fudendo a puta de beira de esquina

  • 26 de março de 2019
  • 82 views

Fudendo a puta gostosa da praia

Me chamo Sandro, tenho 30 anos, sou taxista e acabei fudendo uma puta de beira de esquina mesmo, daquelas que ficam na orla oferecendo o corpo em troca de 50 reais e geralmente não fazem a linha gostosona, mas por alguma razão sempre tive vontade de pegar uma puta dessas, por pura curiosidade.

Foi numa dessas voltinhas pela praia que conheci a Jéssica, uma morena de cabelos negros lisos, olhos verdes, alta, até pensei que fosse um travesti e fiquei meio relutante pra conversar com ela por causa disso. Fiquei dando várias voltas pela praia, passando pela rua onde ela tava até que resolvi parar o carro e me aproximar.

-Oi gato, tá procurando companhia?

Eu disse que dependia do quanto ela cobrava, mas ela disse que cobrava um valor legal e que eu não ia me arrepender, que ia ser uma delícia. Ela entrou no carro e começamos a conversar, perguntei a idade dela, ela disse que tinha 23 anos, parecia ter uns 30, mas ela tinha um corpinho legal, magrinha, seios pequenos e durinhos, bundinha empinada.

No carro mesmo ela perguntou se tinha preferência de lugar, eu disse que não, então ela disse que conhecia um motelzinho bem barato por ali. Fomos num motel que era arrumadinho mas nada luxuoso, no caminho ela já tava me deixando em ponto de bala, agarrou meu pau, colocou pra fora e começou a chupar meu cacete.

Foi uma delícia, ela começou a me mamar gostoso, sentia sua boca ir bem fundo no meu pau, abocanhar tudo e me deixar louco de tesão. A gente tava ali curtindo, pedi pra ela tirar a calcinha e colocar sua buceta pra fora. Ela tirou a calcinha, peguei, dei uma boa cheirada, tava uma delícia.

Meu pau ali sendo chupado bem gostoso, foi uma delícia de putaria boa, meu pau latejava na boca dela, fiquei com uma vontade louca de sentir cada vez mais a chupada dela na minha rola, a mulher é boa na chupetinha.

Chegamos no motel, meu pau duro ainda, entramos no quarto e ela pediu pra tomar um banho gostoso e me chamou pra ir junto. Fui, a gente ligou o chuveiro e começamos a trocar beijos e ela se ajoelhou, caiu de boca de novo, deu uma mamada mais gostosa do que a que rolou no carro.

Eu ali com chuveiro ligado, debaixo da água, movimentando o corpo em direção a boca dela, colocando meu pau com força até ela sentir tudo batendo na sua garganta. Foi uma delícia, muita putaria que rolou.

Foi uma sacanagem gostosa, meu pau entrando na boquinha dela, eu doido pra comer a safada, coloquei ela encostada no chuveiro, botei a camisinha no meu pau e enfiei a rola na bucetinha dela, deixando ela toda empinadinha. Ela deu uma empinada naquele cuzão e foi uma delícia.

-Empina mais esse cu pra mim, quero alcançar essa buceta gostosa. Abre pra mim vai!

Ela abriu, meti o pau e ela começou a rebolar gostoso, gemer com as mãos apoiadas na parede. Que tesão, gemi socando o pau na buceta dela, ela gemeu mais alto ainda, bucetinha gostosa, quentinha e apertadinha apesar dela ser puta.

A água caindo, a gente trepando, meu pau entrando, não aguentei, segurei ela com força, tirei da buceta e encaixei no seu cuzinho. Ela gritou, gemeu alto pra caralho, rebolou, falava muita putaria comigo, o quanto tava gostoso, pra eu socar mais.

-Ai que delícia gato, soca fudo vai, soca tudo no meu cu!

Meti tanto naquela puta que ela ficou toda assada e reclamando depois, mas eu aproveitei, comi bem gostoso, ela é muito boa de cama, muito safada, pude comprovar quando levei ela pra cama, nós dois molhados do banho e mesmo assim os corpos pegando fogo e meu pau latejando. Acabei jogando ela com tudo, abri as pernas da safada e montei em cima dela.

Botei a pica pra dentro daquela buceta e a coisa ficou mais gostosa, embaixo de mim ela rebolava, gemia, gritava as vezes no meu ouvido toda vez que eu socava com força e bem fundo nessa safada.

-Que buceta melada gostosa, puta q pariu, gostosa, querendo tanto deixar essa buceta arrombada.

Fiquei com vontade de gozar nela, mas não ia arriscar, então quando senti que ia gozar, tirei o pau pra fora, a camisinha e ela voltou a me chupar gostoso até que senti que o gozo se aproximava. Dei uma gozada gostosa na boca da putinha, deixei ela com a boca cheia da minha porra.

Paguei a grana pra ela, levei a safada de volta para o ponto e o tempo todo ela disse que tinha curtido muito a foda que rolou. Depois disso até senti vontade de comer ela de novo e fui lá algumas vezes até enjoar.

Contos relacionados

© 2019 - Ler Contos Eroticos
Porno - Xvídeos - Xvideos - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - X Videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional Contos Eróticos - - Videos Pornos