Ler Contos Eroticos » Fetiches » Gemendo gostoso no pau do meu genro

Gemendo gostoso no pau do meu genro

  • 7 de dezembro de 2018
  • 426 views

Me chamo Katarina e vou contar como peguei meu genro, mesmo sabendo que é errado, não resisti ao charme desse homem e acabei virando uma puta na cama com ele, fazendo tudo que é sacanagem com esse cara. Eu tenho 50 anos, morena, cabelos negros até a cintura, bunda grande, peitos grandes ainda durinhos, cinturinha fina e olhos cor de mel.

Sou divorciada a 3 anos e desde então ainda não tinha arrumado ninguém e tava na maior seca, toda noite eu me pego tocando uma siririca nessa época, tava difícil me aguentar sozinha, era muito tesão pra segurar.

Minha filha de 20 anos, a Dayane, arrumou um namorado chamado Igor, um rapaz que ela conheceu na faculdade, mesma idade que ela e bem bonito, malhado, olhos verdes, bronzeado, pinta de jovem carioca típico que curte academia e surf. Eu já senti uma atração instantânea por ele mas mentia pra mim mesma que era admiração, e ele me tratava como se eu fosse uma segunda mãe, trazia presentes, me abraçava, beijava, até quando minha filha não estava ele era prestativo, muitas vezes me surpreendeu trazendo um jantarzinho pra mim, eu ficava encantada com isso.

Minha filha adora ele e a forma que ele me trata, mas um dia meu tesão começou a ficar maior e o dele também, a gente não precisava dizer nada, era só sentir a química, minha pele arrepiava quando eu encontrava com ele, e do lado do meu genro era assim também, ele ficava super nervoso na minha presença.

Um dia recebi uma mensagem dele no whatsapp de madrugada, perguntando se eu estava acordada e eu achei super estranho mas acabei respondendo cheia de curiosidade. Ele disse que precisava muito conversar comigo, que não aguentava mais e queria segredo total.

Eu disse que poderia falar e ele disse que tava sentindo o maior tesão por mim e não conseguia controlar aquilo, por isso tava pensando em se afastar da minha filha porque não queria causar mal pra ela e nem pra ninguém.

Fiquei surpresa por mais que eu soubesse, meu coração deu um salto e a gente acabou combinando de conversar no dia seguinte depois que eu pedi.

No dia seguinte o Igor veio aqui em casa e a conversa foi a mesma, eu disse que também sentia o maior tesão por ele e propus um acordo. A gente transaria escondido mas ele não terminaria com a minha filha. Claro que ele topou e assim que eu acabei de falar ele me beijou, enfiou sua língua na minha boca e começou a chupar a minha todinha.

Eu fiquei toda molinha e bem molhada nos braços dele, tava louca de desejo. Ele continuava beijando passando as mãos pelo meu corpo todo e logo eu senti o seu pau crescendo encostado em mim e me arrepiei, já fui metendo a mão, a gente tinha umas 2 horas antes da minha filha chegar e queria aproveitar com ele.

Abri sua calça e senti aquele cacetão pular na minha frente. O safado tava sem cueca e eu não aguentei, já fui agarrando, me ajoelhando e chupando gostoso, que delícia sentir essa vara dura pulsando na minha boca e os gemidos dele no meu ouvido me deixando louca.

Eu tava com pressa de sentir ele me fudendo e levei ele para o meu quarto, a gente começou uma pegação louca, ele me jogando na parede, eu jogando ele, as roupas voando pra todo lado e eu cai junto com ele na cama, abri bem as pernas e sentir a minha buceta latejando e doendo de tesão, fiz cara de safada e disse:

-Vem logo me comer! tô doida pra dar para você.

Ele veio doido, parecia um bicho no cio, subiu em cima de mim, abriu bem minhas pernas, até doeu e enfiou seu pau todo de uma vez. Nós dois gememos ao mesmo tempo quando a pica dele entrou toda, aí foi só metendo pra cacete, entrando e saindo tão gostoso da minha buceta que eu acabei perdendo os sentidos de tanto tesão. Só conseguia gemer, gritar, pedir mais e falar um monte de putaria no ouvido dele enquanto mordia e arranhava ele todinho.

-Que gostoso, eu tava louco pra meter nessa buceta, tão apertadinha, hummm, não tô aguentando!

A gente ficou ali metendo até que ele pediu de quatro, empinei minha bunda grande, ele deu um trato de língua e meteu no meu cu até deixar tudo esfolado. Eu tava doida, não me aguentava de vontade de meter com ele e acabei gozando.

Fiquei molinha e super sensível mas ele não parou e continuou metendo assim mesmo, me deixando mais louca e toda arrombada.

-Gozou pelo cuzinho né safada? eu sabia que você curtia uma metida nesse rabão gostoso.

Ele também não aguentou mais e gozou toda aquela porra grossa e quente dentro do meu cu, eu adorei e depois disso não parei mais de trepar com meu genro. Eu e minha filha acabamos dividindo o mesmo homem sem ela saber.

genro

Contos relacionados

© 2019 - Ler Contos Eroticos
Porno - Xvídeos - Xvideos - Porno Gratis - Sexo Amador - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - - x videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional Contos Eróticos - - Videos Pornos