Ler Contos Eroticos » Fetiches » Perdi o cabaço com a empregada aqui de casa

Perdi o cabaço com a empregada aqui de casa

  • 3 de março de 2019
  • 120 views

Perdendo o cabaço com uma morena gostosa

Me chamo Maicon, tenho 24 anos hoje e aos 18 perdi o cabaço com a empregada. Foi um pouco tarde, eu era bem nerdão e magrelo, tímido pra caralho, aquele tipo de cara que não sabia chegar numa mulher, e quando chegava não sabia o que dizer. Um desastre total, eu era! Na minha casa trabalhou por muito tempo uma morena chamada Renata, ela é uns 7 anos mais velha que eu, um tesão de mulher, tem uma bunda grande, um corpinho bem feito e seios médios. Quando começava a faxina, ela sempre colocava um shortinho curto e folgado, bem confortável e uma camiseta, era o padrão ela vestida assim.

Ela é linda, pele cor de jambo, cabelos lisos e olhos cor de mel, uma beleza exótica, e um sorriso lindo. Desde o começo dela trabalhando aqui em casa, eu batia uma punheta pra ela, pensando naquele rabo gostoso. Ela sempre foi brincalhona comigo, demorei pra perceber que a safada queria me pegar, só me dei conta disso quando ela perguntou se eu era virgem. Pense na doideira, um dia ela tava pegando minhas roupas pra lavar e achou meus DVDs pornô. Ela riu, mostrou pra mim o que tinha achado e perguntou se eu ainda era virgem, porque eu vivia batendo punheta. Eu corei na hora, que cara frouxo eu era.

-Como você sabe que eu fico batendo punheta Renata?

-Aaahh Maiquinho, cheio de DVDs pornô no seu quarto, e tá pensando que nunca peguei suas cuecas gozadas não?

Cara, gelei na hora, fiquei sem saber o que responder, tudo que consegui falar foi desculpas, por ela ter que lavar minhas cuecas desse jeito. Ela disse que tava tudo bem, que era nosso segredinho e que se eu precisasse de umas dicas, era só conversar com ela. Eu muito frouxo não consegui falar nada, só desviei os olhos e ela saiu do meu quarto, mas ela sempre era muito safada, com meus pais em casa era uma dama, quando eles saiam, ela colocava shortinhos cada vez mais curtos, mostrando a papada da bunda e me deixava louco de tesão. Quando fui tomar café da manhã, ela passou por mim na porta da cozinha, esfregando seu rabo gostoso na minha pica.

Eu tava cheio de tesão, meu pau ficou duro pra caralho, eu fiquei envergonhado, mas ela me deixou encurralado quando se aproximou, olhou meu pau, meteu a mão e foi uma delícia sentir ela acariciando meu cacete duro. Eu fiquei super nervoso, coração disparava, ela arriou minha bermuda, eu fiquei com muito tesão quando meu cacete pulou pra fora e ela começou a tocar uma punhetinha pra mim. De repente, ela se abaixou, começou a chupar gostoso meu pau, eu nunca tinha recebido um boquete, fiquei louco. Ela sabia mamar gostoso, enfiava meu pau todo na boca, me fazia gemer gostoso, a gente ficou ali um bom tempo. Depois disso ela me levou para o quarto, me empurrou na cama e eu fiquei louco.

Ela é bem safada, começou a fazer um strip pra mim, eu fiquei nervosinho e doido pra comer ela. Ela ia tirando peça por peça e jogando na minha cara, tirou o sutiã, vi seus peitos lindos ali na minha cara, depois ela tirou o shortinho, a calcinha e vi sua buceta gostosa toda lisinha, sem nenhum pelinho, pequena e gordinha. Ela se aproximou, beijou minha boca depois relaxou seu corpo inteiro em cima de mim trocando beijos gostosos. Ela levantou rapidinho, tirou minha roupa com pressa, minha bermuda junto com a cueca e eu ainda tava com o pau em ponto de bala. Ela então sentou, encaixou meu pau na sua buceta e eu fiquei louco, que tesão, a bucetinha dela bem apertadinha, encaixou toda no meu caralho, eu fiquei doido de tesão, comecei a gemer e ela também.

A safada rebolou gostoso no meu pau, colocou minha mão em seus peitos, me fez acariciar, chupar gostoso e começou a aumentar o ritmo, cavalgando forte em cima do meu cacete gostoso. A putaria rolou solta, ela começou a falar sacanagem no meu ouvido. Falou que meu pau é gostoso, que queria sentir ele entrando cada vez mais fundo na buceta dela. Foi um tesão, a gente tava suando, trepando loucamente, ela rebolando na minha vara, gemendo, pedindo mais.

-Quero que você me coma de quatro antes de gozar!

Eu levantei, ela ficou de quatro, alisei aquela bunda gostosa, deixei ela louca, ela queria dar gostoso, gemeu, ficou doida quando puxei ela pela cintura e comecei a socar. Foi um tesão, a gente ficou metendo com vontade, ela rebolando no meu pau, que tava todo esfolado já de tanto socar na buceta apertadinha dessa gostosa. A gente ficou vários minutos assim, avisei que ia gozar, ela mandou tirar, começou a chupar de novo e eu gozei na boca dela. Depois de gozar ela me pediu pra chupar ela, não sabia se conseguiria fazer bem feito mas cai de boca na bucetinha dela e deixei ela gemendo se contorcendo toda até que ela gozou gostoso na minha boca. Fiquei animadão vendo uma mulher gozar comigo, me senti o máximo. Essa foi a primeira de muitas trepadas que a gente deu enquanto ela tava aqui. Depois ela casou e foi morar no interior com o marido, mas nunca esqueci dessa gostosa.

Contos relacionados

© 2019 - Ler Contos Eroticos
Porno - Xvídeos - Xvideos - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - X Videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional Contos Eróticos - - Videos Pornos