Ler Contos Eroticos » Fetiches » Uma fodinha dentro do ônibus

Uma fodinha dentro do ônibus

  • 30 de janeiro de 2019
  • 115 views

No ônibus o casal fez a maior putaria

Olá galera! Tô aqui pra contar uma foda no ônibus que rolou entre minha ex namorada e eu em 2016, depois que a gente voltou de um baile funk famoso aqui na cidade do Rio. Sou o André, tenho 23 anos hoje e a minha ex que na época era minha namorada, se chama Lorena, tem 22 anos, é morena, cabelos ondulados, magrinha da bunda grande e seios médios, cinturinha fina, piercing no umbigo e uma carinha de safada.

A gente foi com uns amigos para o baile, foram 3 amigas da minha namorada e dois amigos meus, a gente curtiu, encheu a cara e lá na festa a Lore me provocava o tempo inteiro, ela me pegava, beijava, mordia minha orelha, depois virava pra dançar com a bunda pra mim e esfregava no meu pau. Esses bailes são uma putaria e a galera já tá acostumada.

Eu fiquei de pau duro, comecei a dançar com ela roçando meu cacete na sua bunda gostosa toda marcada pelo shortinho que ela usou dentro do rabo. Meu pau tava latejando e doendo já de tanto tesão, cheguei no ouvido dela e disse que tava muito excitado, ela sabia que eu não conseguia me segurar e de repente sinto ela abrir o velcro da minha bermuda, colocar meu cacete pra fora e começar a tocar uma punheta bem gostosa pra mim discretamente enquanto me beijava gostoso.

Eu tava louco, sem aguentar mais de tanto tesão, me deu uma vontade louca de fuder com ela ali mesmo, pegar essa safada de um jeito gostoso e arregaçar todinha ali. Nossos amigos também estavam no maior amasso, uma putaria, todo mundo suado, bebendo e com tesão. Eu fui com ela em um dos banheiros, a gente achou um cantinho e ela começou a chupar meu pau. Me deliciei com a boca gostosa dela mamando meu cacete, ela chupou toda gulosa, até machucava meu pau com sua boca deliciosa.

Ela tava me deixando doido, me olhava safada, me chupava olhando pra mim com cara de putinha, depois começava a dançar gostosinho, não aguentei e gozei na boca dela. A safada engoliu tudinho, toda minha porra. Depois de engolir minha porra inteira, a gostosa levantou, voltamos pra festa, fomos comprar uma cerveja e ela continuou roçando em mim. Não demorou pra eu ficar exictado de novo com ela falando no meu ouvido que tava ‘com a buceta toda molhada’ latejando pra me dar. Meu pau ficou duro de novo com as sacanagens que ela me falava.

Eu tava ali no maior tesão, a festa acabou, fomos numa lanchonete ali perto que funcionava de madrugada, fizemos um lanche, ela me olhando safada o tempo inteiro e meu pau ainda duro e eu doido pra comer minha ex. Quando acabamos de lanchar, pegamos um ônibus, tava bem vazio, só tinha eu, ela, nossos amigos, o motorista, o cobrador e mais umas duas passageiras lá na frente e um coroa.

A gente começou a conversar, rir e logo eu comecei a beijar minha namorada, comecei a enfiar a língua na boca dela, acariciar sua coxa e subir pelo seu short, passando a mão na sua bucetinha. Abri o zíper dela e comecei a mexer no seu grelinho gostoso. Ela ficou doidinha, começou a gemer baixinho mas teve que se controlar pra ninguém ver. Nossos colegas já tinham percebido mas eles estavam numa boa, vi um dos meus amigos de pau duro vendo a sacanagem entre a gente.

Eu tava doido já, coloquei o pau pra fora, ela deu uma chupadinha gostosa e depois disse que queria dar uma sentada. Ela afastou seu shortinho, sua calcinha e sentou no meu colo encaixando meu pau dentro da sua bucetinha molhada. Encaixou direitinho de tão excitada que ela tava, melou meu pau todinho.

Eu beijava suas costas, seu pescoço, ela começou a rebolar discretamente no meu pau. Meu amigo também não aguentou, colocou o pau pra fora e começou a tocar uma punheta vendo a gente fuder gostoso. Ela gemia baixinho, quicava devagar, e rebolava, era assim, eu tava louco, passei a mão nos seus peitinhos e comecei a falar sacanagem no ouvidinho dela.

Quanto mais putaria eu falava, mais louca ela ficava, gemia baixinho, pedia pra eu enfiar com mais força, falava que meu pau era gostoso, que tava arrombando ela. Ela dizia todas essas coisas que me dava muito tesão. Foi uma putaria gostosa, ela começou a aumentar o ritmo das reboladas do meu pau, começou a quicar discaradamente, nessa hora o cobrador começou a olhar fixamente com cara de safado mas não reclamou.

Eu avisei que não ia aguentar, que tava perto de gozar e ela disse pra eu gozar tudo dentro da sua bucetinha. Quando o orgasmo tava perto, ela começou a se masturbar enquanto eu comia ela e acabou gozando quase junto comigo, gozei primeiro, senti meu jato quente de porra invadir sua buceta e tirei meu pau todo melado de dentro dela.

Meu amigo ao lado gozou com a cena e o resto da galera começou a zuar a gente pela coragem de fuder assim, mas essa minha ex era muito doida, onde batesse a vontade de dar a buceta, ela dava, e essa aventura foi uma delícia. Ainda sinto falta de comer uma safada assim em público como eu comia minha ex.

Contos relacionados

© 2019 - Ler Contos Eroticos
Porno - Xvídeos - Xvideos - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - X Videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional Contos Eróticos - - Videos Pornos