Ler Contos Eroticos » Contos Eroticos » Fodendo uma gostosa no carnaval que fode pra caralho

Fodendo uma gostosa no carnaval que fode pra caralho

  • 22 de outubro de 2018
  • 41 views

Transando com gostosa no carnaval

Fodendo uma gostosa no carnaval onde a safada se mostrou ser uma delicia na hora do sexo quente com safado.

Em um carnaval desses da vida fiquei com uma coroa por acaso. Estávamos esperando uns amigos em comum voltarem como eles demoraram tanto e mesmo ela não tendo me atraído(ela era digamos que mal cuidada, branca devia ter 1,50 altura, gordinha bundão, peito pequeno, olhos verdes, cabelo castanhos no meio das costas e acho que na época devia ter uns 37anos mas aparentava ter mais) meti de louco e perguntei se ela não queria ir pra uma ruazinha esperar eles, ela entendeu o recado e fomos, andei pro mais longe da multidão que pude num lugar bem escuro pra ninguém nos ver encostei ela num carro e beijei logo, tirando o atrativo visual negativo, ela beijava muito bem, minha pica logo ficou dura e como ela estava de vestido tratei de sentir sua bucetinha, deu trabalho pra chegar, porque ela tinha uma barriga saliente, e também fez doce tirando minha mão, só que mandei a letra: qual é já somos bem grandinhos né, e ela deixou, outro ponto que gostei, sua buceta era lisinha carnudinha e já estava melada, esfreguei foi muito o grelo dela, enquanto a beijava peguei sua mão e coloquei na minha pika, ela apertava com vontade e elogiou o tamanho. Ficamos nessa putaria acho que mais de meia hora e continuava esfregando sua buceta, foi quando ela segurou mais forte meu pau e mordeu meu ombro pra abafar o gemido, senti meus dedos ficarem mais úmida, adorei ter feito ela gozar, depois disso fomos embora, ela foi na frente e eu fui por outra rua pra não dar pista. Depois daí trocamos contato e ficamos mais duas vezes no mesmo esquema, a noite em lugares escuros, com bastante siririca e punheta. Um dia, antes de eu ir trabalhar ela me chamou pra ir ao cinema à noite eu logo disse não mas ela insistiu tanto que acabei aceitando, me atrasei e pedia pra ela adiantar e escolher um filme e comprar os ingressos pra ser mais rápido, tinha esperanças dela escolher um filme bobo pra não ter tanta gente na sala pra gente fazer umas putarias. Cheguei atrasado como previ e fui logo pra sala com ela ao subir as escadas perguntei qual era o filme e para meu azar ela escolheu capitão America 2, recém estreado e estava lotada e pra piorar eram os piores lugares só nos dois sozinhos na frente e lá em baixo. Depois que chegamos fui logo pra cima, ela com aquele beijo gostoso já me deixou logo de pau duro e a safada já foi apertando a piroca, as vezes parávamos porque parecia que todos a cima estavam nos olhando. Voltamos a nos beijar, ela esta a minha esquerda e um pouco inclinada, subi seu vestido por trás e fiquei apertando sua bunda, depois puxei a calcinha pro lado e tratei de achar sua buceta e já fui enfiando dois dedos que entrou fácil, fique nessa de fuder ela com os dedos e acabei me empolgando que em um desses entra e sai meu dedo anelar escorregou e foi direto no cusinho, ela soltou um: Ai caralho, mas não pediu pra tirar, ai percebi que a safada gostava então continuei e alternava um dedo na buceta e outro no cusinho. Eu tava doido de tesão e queria muito fuder, levei ela para a escada de saída/entrada da sala do cinema levantei seu vestido e fui tirando sua calcinha, nisso passou uma garota por nós olhando espantada, a gente caiu na risada, esperei ela sair e depois sai também pra disfarçar e falei pra ela me esperar ali, quando voltei ela não estava mas lá fui pra poltrona, ela rindo me disse que um desses meninos que recolhem ingresso foi lá ver o que estava acontecendo porque falaram que tinha um cara tirando a calcinha de uma mulher no corredor ai ela disse que não era ela e perguntou se o cara queria ver sua calcinha, ele sem graça disse que não e saiu kkkk. Voltamos a nos beijar e dessa vez ela ficou a minha direita foi deitando o corpo nas cadeiras, abriu meu zíper e botou meu pau e o saco pra fora e começou a bater uma punheta de leve, não demorou e a safada caiu de boca no meu pau, esqueci que estávamos no cinema, que boca gostosa a coroa sabia chupar uma pika e enquanto chupava acariciava meu saco, eu com a mão direita aproveitei que ela estava deitada tratei de achar sua buceta e fui esfregar seu grelo, brinquei muito ali, esfregava bem rápido e quando ela ficava mais ofegante esfregava devagar, ela fazia movimentos perfeitos de sobe e desce, engolia ate onde conseguia, chupava a cabeça e voltava a subir e descer, fiquei de olhos fechados curtinho ela chupando e eu brincando com sua buceta. Não demorou muito e eu já queria gozar naquela boquinha e ela se ligou porque meu pau pulsava de mais e ai que ela chupava mais rápido, do nada ela se levantou e pediu pra para com a siririca porque ela tava quase gozando e não queria gemer alto, foi tudo que eu queria ouvir, deitei ela de novo e foquei em fazê-la gozar sem me importar com seus gemidos, botei ela com as pernas abertas e o vestido levantado, com a mão esquerda tapei sua boca e com a outra mão esfreguei o mais rápido que pude sua grelo mega durinho. Nessa brincadeira a gente perdeu a noção do tempo porque do nada as luzes se ascenderam e corremos pra nos ajeitar, o filme acabou e a gente nem reparou. La fora do shopping eu pensando em vários meios de poder comer ela mais não tinha nenhum jeito, estava com pouca grana pra Motel e ela estava com a Irma em casa, acabou que cada um foi para sua casa sem gozar, depois desse dia paramos de ficar porque nunca dava para os dois e ela queria algo serio. Até hoje me arrependo de não ter gozado na boca dela no cinema e com certeza beleza não é sinônimo de sexo bom.

Contos relacionados

© 2018 - Ler Contos Eroticos
Xvideos - Porno Gratis - Videos de Sexo - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - - x videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional - Videos de Incesto - Novinhas Gostosas