Ler Contos Eroticos » Heterosexuais » O dia que eu perdi minha virgindade

O dia que eu perdi minha virgindade

  • 28 de fevereiro de 2018
  • 476 views

Conto de Virgindade: O dia que eu perdi minha virgindade

O dia que perdi minha virgindade. Eu me chamo Tamires, tenho 18 anos e vou contar o dia em que perdi meu cabacinho, que aconteceu recentemente. Eu sempre fui safadinha mas fui criada numa família bem rígida, então eu não conseguia ter coragem de perder meu selinho, mas como uma boa putinha nova eu chupava os garotos do colégio sempre que rolava oportunidade e deixava eles me chuparem também, mas nunca passou disso.

Eu tenho um namorado chamado Luiz que tava forçando a barra para a gente foder, eu fiquei de saco cheio, briguei e fui para um barzinho com os amigos e lá tinha o Jonathan, um amigo meu de colégio que tem a mesma idade que eu. Eu comecei a conversar com ele, e passei a reparar nele como homem. Ele é bem gato, tem olhos azuis, cabelos escuros, pele branquinha e deixava minhas amigas loucas.

Depois do barzinho a gente resolveu ir na casa da Aline, uma amiga nossa e lá nós e mais duas amigas e um amigo estavam conversando, até que começou a rolar a maior pegação, os caras levaram as meninas e os casais foram formados. Fiquei bem sem graça porque ficamos só eu e o Jonathan, e ele pra não deixar o clima chato ligou o som e começou a passar a playlist.

Ele perguntou se eu queria tomar umas beats, tomei e começamos a conversar. De repente ele pegou na minha coxa, passou a mão, me deixou com o maior tesão e eu acabei deixando, então ele disse:
– Tá gostando? você tem umas coxas tão gostosas.

Eu falei que tava uma delícia, foi uma putaria daquelas, ele beijava meu pescoço, chupou de leve, lambeu e me deixou toda arrepiada. Eu não aguentei e fiquei toda molhadinha, minha buceta ensopou com aquelas carícias que ele me dava, até que ele abriu minhas perninhas, levantou meu vestidinho e começou a passar a mão na minha buceta por cima da minha calcinha.
virgindade
Ele comentou como eu tava molhadinha, me deixou bem safada e eu acabei deixando, fiquei bem a vontade, mas fiquei com medo de alguém aparecer e pegar a gente no flagra, mas as mãos dele na minha buceta tava delícia demais. Ele perguntou se podia me comer e quando vi, ele tava com a rola pra fora bem dura e pediu pra eu dar uma chupadinha. Chupei gostoso e ele falou que tava louco pra meter em mim, me puxou pela cintura, me colocou no colo e começou a me movimentar para eu rebolar no cacete dele.

Aquele contato tava gostoso demais, o pau dele esfregando na minha bunda e eu deixando ele todo melado com meu melzinho que escorria em abundância. Ele me fez levantar um pouquinho, beijou minhas costas e foi me fazendo sentar a buceta na sua pica, doeu pra caralho, mas ele foi sentando a pica em mim e foi um misto de sensações. A dor tava grande mas era uma dorzinha tão gostosa que eu fiquei com louca, comecei a gemer e rebolar e ele ia beijando meu pescoço, me pegando pela cintura e me chamando de putinha gostosa.

O pau dele rasgava minha buceta, me deixava toda arrombada, foi uma delícia de foda. Ele me virou de frente, me pegou começou a chupar meus peitos. Ele socava com força, tirou até um pouco de sangue da minha bucetinha, mas eu fiquei com tesão e foi uma delícia quando ele jorrou todo seu leitinho dentro de mim. Quando ele tirou o pau eu tava melada e toda dolorida, mas foi um sexo que valeu a pena. Depois disso terminei com meu namorado e resolvi me entregar de vez a putaria.

Contos relacionados

© 2018 - Ler Contos Eroticos
Xvideos - Porno Gratis - Videos de Sexo