Ler Contos Eroticos » Incestos » Meu filho virou meu amante

Meu filho virou meu amante

  • 29 de outubro de 2018
  • 101 views

Meu filho virou meu amante

Sou a Sara, tenho 42 anos e tenho um filho de 20 chamado Marlon. Vou relatar minha história com ele aqui, pois adoro o site e sei que não vou ser julgada como seria em outros lugares. Meu filho e eu moramos sozinhos desde que o pai dele se separou de mim pra viver com uma aluna que ele conheceu na faculdade onde dava aula.

Foi uma barra pra mim com um filho pequeno para cuidar, ter que me virar sozinha terminando faculdade e tudo, mas eu lutei muito e consegui. Meu filho sempre foi meu melhor amigo, eu tive meus namorados mas o Marlon sempre implicava com todos, até adulto já, com 18 anos, comecei a namorar um colega de trabalho e meu filho não queria saber de papo com ele, era uma implicância gratuita.

Desde sempre eu e meu filho somos bem unidos, eu vi ele se tornar um homem lindo, cabelos negros arrepiados, olhos verdes, moreno e bastante estudioso. Mas não é só isso, desde sempre notei o meu filho me olhando de um jeito diferente, e aos 18 anos naquela coisa toda de hormônios, eu notava as vezes ele olhando pra mim de um jeito safado.

Eu sempre curti andar só de calcinha em sutiã em casa e ele me secava loucamente, com a maior cara de safado. Já peguei uma vez debaixo do travesseiro dele uma de minhas calcinhas totalmente gozada.

Foi aí que percebi que meu filho batia punheta pensando em mim e nesse mesmo dia algo mudou, comecei a desejar ele, como homem, mas fiquei me sentindo tão culpada que botei na minha cabeça que eu não iria deixar ele perceber isso nunca.

O tempo foi passando, sempre notava minhas calcinhas no quarto dele e sabia que ele deixava de propósito pra eu ver mesmo. Um dia desses eu marquei um encontro com um colega novo de trabalho, eu tava subindo pelas paredes, dois anos solteira e tava louca pra dar pra alguém, todas as noites eu tinha que me masturbar e numa dessas vezes comecei a pensar no meu filho, e um dia sem querer vi ele pelado no quarto e isso me deixou mais louca ainda.

Eu ficava imaginando aquele pau grande dele duro, imaginava um monte de putaria com meu filho, era uma loucura, um misto de tesão e culpa.

Eu me arrumei toda, fui no salão, passei uma make e coloquei um vestido justo. Ainda bem que minha genética sempre foi boa e eu nunca tive tendência a engordar, sempre fui uma mulher bonita.

Quando voltei do jantar, meu filho tava no sofá da sala vendo TV com a cara de poucos amigos. Fui conversar com ele e nada dele dar papo, eu sabia que ele tava puto porque eu tinha saído com alguém.

-Aff Marlon, eu tô meio cansada de toda vez que eu arrumo alguém, você fica de cara feia. Vou dormir que ganho mais.

Fui pra o quarto, tomei um banho gostoso, coloquei uma camisola de seda preta, passei um hidratante gostoso e fui deitar pra relaxar. Comecei a pensar no meu filho e mesmo brigada com ele me deu um tesão danado, comecei a me masturbar bem gostoso, fui descendo a mão pela minha barriga, desci pra minha bucetinha molhada e lisinha e introduzi um dedinho, fiz um vai e vem bem gostoso, pensei no Marlon, imaginei meu filho me comendo enquanto eu tava ali de pernas abertas metendo os dedos na minha buceta.

Meu filho me flagrou na siririca

Eu tava tão relaxada com o ar condicionado e a TV ligada, que nem prestei atenção quando o Marlon entrou no meu quarto e falou comigo. Morri de vergonha, me desculpei e perguntei o que ele queria.

Ele me deixou muito sem graça mesmo mas chegou pra mim todo mansinho e disse que tinha ido se desculpar, perguntou se eu deixaria ele dormir ali comigo e eu disse sim.

Eu ainda tava nervosa com o coração disparado, ele se deitou, mas antes tirou o short, ficou só de cueca e eu senti que ele queria me testar.

-Boa noite mãe, deixa eu te dar um abraço.

Nem deu tempo de me virar, ele me pegou assim de conchinha, me abraçou e ao pé do meu ouvido, ele disse:

-Você tá linda com essa camisola, eu vi o que você tava fazendo e não aguento mais de vontade de te comer.

-Você tá doido filho? isso tá errado, sou sua mãe.

-Eu sei que você também quer, tá toda arrepiadinha de tesão que eu sei.

Ele acabou encostando mais, senti o pau dele duro encostando na minha bunda e fiquei doidinha, me livrei de qualquer amarra, empinei a bunda pra aumentar o contato, morrendo de vergonha, mas eu tava realmente arrepiada e toda molhadinha.

-Isso mãe, é o que eu queria, sua bunda gostosa bem empinada na minha pica.

Eu fiquei louca ouvindo isso, empinei mais ainda, fiquei louca e comecei a esfregar minha bunda no pau duro dele.

Senti ele colocando a pica pra fora, afastando minha calcinha e esfregando seu cacete no meu rego. Eu fiquei doida, ele tava só me provocando, colocou um dos dedos na minha buceta e começou a lambuzar.

-Que delícia de buceta molhada!

Eu só conseguia gemer gostoso, fiquei com uma vontade gigante de dar logo pra ele.

-Vem cá mãe, vira pra mim. -Ele disse e ficou de joelhos na cama tirando sua cueca e fazendo seu pauzão saltar pra fora.

Eu me posicionei e comecei a chupar a piroca dele de um jeito bem gostoso, ele ia empurrando cada vez mais aquele pau na minha boca, me deixou louca e foi bem gostoso.

-Você tem uma boca tão gostosa mãe, que delícia, sempre quis isso…

Ele não tava aguentando e nem eu, ele me empurrou na cama, abriu minhas pernas, me colocou bem arreganhada e começou a me beijar inteira, ele chupou a minha buceta de um jeito gostoso, me deixou toda arrepiada e arrancou gemidos gostosos.

Meu filho queria me deixar prontinha pra ele, me fez abrir mais ainda e subiu em cima de mim, empurrando seu pau gostoso na minha xaninha toda encharcada.

-Que bucetinha gostosa, quente, apertadinha, fode assim comigo sempre mãe, dá essa buceta pra mim.

-Já é sua, fode como você quiser.

Ele meteu com vontade, puta que pariu, que tesão da porra, eu rebolava embaixo dele, a pica grande dele batia no fundo da minha buceta, quase no meu útero e me deixava cada vez mais louca.

-Monta em cima de mim mulher! vem cá rebolar na minha pica.

Esse jeito safado do meu filho me excitou demais, subi na pica dele, apoiei minhas mãos no seu peito e comecei a quicar na sua vara, pulando com força, minha buceta já tava toda assada mas eu não queria parar, quanto mais ele metia, mais eu sentia que ia gozar e acabei gozando bem gostoso até antes dele.

Ele continuou me comendo e bombando mais forte, metia até seu saco bater com força na minha entrada.

-Vou gozar mãe! caralho, tô gozando, aaaaahhhhhhhhh!

Ele gozou e caiu em cima de mim, beijando meu pescoço e a gente com o coração disparado depois de gozar bem gostoso com ele. Foi inevitável não repetir a dose e meu filho hoje é meu amante e todas as noites não aguento e libero minha bucetinha pra ele.
filho

Contos relacionados

© 2018 - Ler Contos Eroticos
Xvideos - Porno Gratis - Videos de Sexo - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - - x videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional - Videos de Incesto - Novinhas Gostosas