Ler Contos Eroticos » Traição » Espiei minha mulher fudendo com meu irmão

Espiei minha mulher fudendo com meu irmão

  • 20 de fevereiro de 2019
  • 144 views

Espiei minha mulher me fazendo de corno

Sou conhecido como Souza, sou vendedor, tenho 35 anos e espiei minha mulher fudendo com meu irmão safado. Minha esposa se chama Juliana, tem 27 anos, é uma morena gostosa, cara de safada, corpão, coxas grossas, peitos e bunda de tirar o fôlego de qualquer macho. Sempre gostei de exibir minha mulher, nunca tive ciúmes das roupas dela, nem dos olhares de outros homens pra ela, mas nunca imaginei que fosse ser corno justamente por ser bastante liberal com ela.

Eu tenho um irmão mais novo chamado Guilherme, ele é muito parecido comigo, moreno claro, cabelos lisos, porte atlético, mas ele sempre foi mais desenrolado que eu com a mulherada, sempre foi pegador, várias vezes trazia suas namoradas pra casa dos nossos pais e a putaria rolava solta. O Guilherme brigou com meu pai porque só vivia na farra, aí me ligou pedindo pra passar um tempo aqui em casa. Minha mulher ficou animada, ela e p Gui sempre tiveram muitas coisas em comum e adoram ver filmes juntos, algo que sempre achei normal já que meu irmão tem 20 anos e minha mulher nunca gostou de novinhos.

Bom, eu chegava em casa tarde pra cacete em casa, morto de cansado do trabalho e encontrava os dois na sala. Tomava banho, jantava e caia na cama e apagava. Sempre tive um sono muito pesado então durante a semana pra comer minha mulher era difícil, a não ser uma rapidinha de manhã, acho que isso contribuiu pra ela me trair.

A rotina era essa, encontrava os dois vendo TV no maior papo animado depois do jantar e eu tomava banho e ia dormir mesmo eles insistindo muito pra eu ficar com eles. Um dia como se fosse obra do destino, eu acordei de madrugada com uma vontade da porra de mijar, não era comum isso, mas acordei meia noite e nada de minha mulher ao meu lado da cama. Nessa hora acho que o modo corno ativou, fiquei desconfiado, mas tava crente que ela ainda tava vendo TV com o desocupado do meu irmão safado.

Quando levantei, fui até a sala e tomei um susto com o que vi. Minha mulher tava trepando com meu irmão no sofá. Eles não me viram porque a porta da sala ficava de costas pra o sofá e todas as luzes estavam apagadas, então fiquei parado olhando. Eu deveria ter acabado com a festinha deles mas na hora me deu vontade de assistir e fiquei ali parado observando.

Meu irmão tava pegando ela de quatro, socando a rola na buceta dela. Minha mulher gemia baixinho, o gemido gostoso que eu conhecia tão bem. Minha pica começou a latejar, que tesão da porra me deu, meu pau ficou duro dentro da cueca, ele pegava ela de quatro, enfiava a pica nela e com uma mão tampava sua boca para a safada não fazer barulho, ele até comentou.

-Caralho Juli, geme baixo senão o Souza acorda e a merda tá feita.

-Também, você enfiando o pau com força desse jeito fica difícil gato!

Os dois estavam ali no maior clima, o cheiro de sexo tava todinho no ambiente. Eu não aguentei, coloquei o pau pra fora e comecei a tocar uma punhetinha discreta pra eles não me perceberem, a putaria tava rolando solta.

Ele agarrava ela pelo rabo, socava gostoso o pau nela, depois o safado fez ela sentar em seu colo, rebolar gostoso e começou a mamar nos peitos da minha mulher. Ela gemia, rebolava no colo dele e eu ficava só ouvindo as sacanagens.

-Que peitão gostoso, dá vontade de chupar até deixar marquinha.

-Tá louco? aí como explico pro teu irmão quando ele me comer?

-É, eu sei gostosa, eu não aguento, você me dá muito tesão. Tá sentindo meu pau todo enfiado na sua buceta?

-Tá uma delícia, você é tão safado, que pica deliciosa, não tô aguentando, desse jeito vou gozar rapidinho.

-Vai, rebola gostoso em cima do meu cacete, isso putinha, que bucetinha gostosa, tá esfolando meu pau, olha como entra gostoso…

-Aaaaaii, tá muito gostoso, aaaaiii que delícia, me fode, assim, aaaaaaaaiiii! Nossa, você é muito gostoso, me come de quatro vai, quero você no meu cu!

-Toma sua puta, que cu gostoso da porra você tem, eu não aguento, quero gozar nesse cuzinho!

Que filho da puta hein? falando que ia gozar no cu da minha mulher, mas por alguma razão isso me deu o maior tesão continuei me masturbando e vendo a cena, ela com o cu empinadinho e ele socando a pica toda.

-Aii seu safado, vou gozar, que tesão, me come assim que eu vou gozar…

-Goza sua puta, goza gostoso no meu pau, tá apertando meu cacete com esse cu!

Ela continuou gemendo igual uma putinha, ele socou mais forte, fez o maior barulho, os filhos da puta nem se incomodaram se eu poderia ouvir, continuaram fudendo.

-Ahhhh vou gozar, vou gozar no seu cu!

Ele gozou no cu dela e a safada continuou na siririca enquanto bebia o resto do leitinho dele que escorreu pela sua boca. Caralho, fiquei muito excitado com isso, saí dali rapidinho, voltei pra minha cama e terminei minha punheta.

Depois desse dia fiquei morrendo de vontade de ver meu irmão fudendo minha mulher e pra isso escondi uma câmera na sala. Os dois trepavam e depois eu ia assistir como um bom corno.

Contos relacionados

© 2019 - Ler Contos Eroticos
Porno - Xvídeos - Xvideos - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - X Videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional Contos Eróticos - - Videos Pornos