Ler Contos Eroticos » Traição » Minha cunhada gostosa se ofereceu pra mim

Minha cunhada gostosa se ofereceu pra mim

  • 22 de outubro de 2018
  • 54 views

Minha cunhada gostosa se ofereceu pra mim

Me chamo Marcos e vou contar como comi minha cunhada gostosa, loirinha, malhada e toda cavalona com cara de safada. Tenho 31 anos, sou casado com a irmã dela que tem 27 e minha cunhadinha tem 20 aninhos e sempre deu muito trabalho aos meus sogros. A garota sempre foi namoradeira, pega geral e até um amigo meu que já namorou com ela, começou a contar como ela é safada na cama, que faz coisas que até o diabo duvida.

Ouvindo as histórias que ele contava, comecei a imaginar como ela era. O meu amigo Sandro, encontrava comigo para tomar uma gelada e sempre perguntava por ela.

-Cade a Kelly? saudade da sua cunhada gostosa, mano. -dizia ele.

-Eu sinto uma vontade louca de comer aquela gatinha de novo sabia? você podia desenrolar pra mim. Não esqueço aquela vez em que enchi a cara com ela e a gente foi no motel. Puta que pariu mano! comi ela de tudo que é jeito, ela tem uma bucetinha rosada bem gostosa e um cuzinho tão apertadinho, ela adora fazer anal. Era eu metendo no cuzinho dela e a safada gemendo feito puta e falando várias sacanagens. Adoraria foder essa safada de novo.

-Porra Sandro! é minha cunhada cara, não vou botar ela na sua mão pra você comer, meus sogros já não curtiam o namoro de vocês, imagina eu botando na tua mão. Essa não vai rolar amigo.

-Já me liguei Marquinhos, tu tá doido pra experimentar a cunhadinha né? hehehe, não sei como você aguenta ver aquela gostosa todo dia sem poder tirar uma casquinha.

A gente continuou curtindo o bar, tomando uma gelada e o tempo todo eu lembrando em tudo o que ele me disse que a Kelly fazia. Porra, só de pensar nisso meu pau deu uma latejada.

De tanto ele falar dela, eu passei a ficar louco, obcecado pela minha cunhada. Ela sempre gostou de ser desejada pelos homens, inclusive por mim, mas eu não tinha coragem de trair minha mulher, sou apaixonadão por ela e na cama minha esposa também é super gostosa, mas homem é foda né? é só achar uma mais safada e puta na cama que fica doido.

Todo dia minha sogra e minha cunhada estavam aqui em casa, se juntavam com minha esposa e a casa virava uma zona, mas um dia minha sogra inventou de ir para um churrasco só de mulheres, do grupo da igreja delas e minha cunhada safada sempre achou essas coisas um saco e disse que ia ficar em casa comigo.

Eu já me animei, ficar ali sozinho com ela em casa. Minha mulher e sogra saíram e a Kelly veio falar comigo.

-Não quero ficar no tédio não cunhado, arruma uma cervejinha pra gente tomar.

Quando voltei vi a safada com o shortinho marcando o rabo

Fui no depósito que fica perto do condomínio e comprei várias cervejas pra gente curtir. Assim que cheguei já vi a safada dançando funk de shortinho na sala. Ela nem me viu chegar por causa do barulho e pude ver ela dançando toda safadinha descendo até o chão, rebolando aquela bunda gostosa e quando ela se abaixou, vi aquela bunda dividida com o shortinho todo enfiado e sua bucetinha inchadinha toda espremida.

Fiquei com um tesão, meu pau deu uma latejada gostosa e eu acabei sendo visto por ela. Ela me olhou com cara de safada que tinha adorado ser vista.

-Se empolgou em Kellyzinha? Dançando desse jeito, fica difícil me concentrar em tomar uma cerveja.

-Larga de ser palhaço Marquinhos, não sabia que você tava aí, mas confessa que você gostou de me ver dançando desse jeito.

-Gostei mesmo, mas é melhor eu ficar longe, não quero treta com sua irmã.

-Aii cunhadinho, como você é frouxo, morre de medo dela mas sei que é doido pra me comer. Mas sempre imaginei que você fosse frouxo mesmo.

-Tu me chamou de que safada?

-De frouxo, se tivesse coragem já teria me comido.

Ela já tava bêbada, minha cunhada é do tipo que bebia uma cerveja e ficava bêbada rapidinho. Ela já tinha feito vexame várias vezes em festas de família e dava em cima de mim bem descarada sempre.

-Vou é tomar um banho que ganho mais, frouxa deve tá é a sua buceta!

-Você é um otário mesmo, broxa do caralho!

Fui tomar um banho pra relaxar, minha cabeça tava explodindo de raiva, minha vontade era pegar ela pelos cabelos, arreganhar as pernas dela e foder a buceta daquela puta até ela não aguentar mais e nunca mais falar merda de mim.

Fiquei ali relaxado, confesso que apesar da briga e das merdas que ela falou, a ideia de comer ela com raiva me deu muito tesão, uma vontade de comer aquela puta com força, precisava ficar calmo pra não aumentar a treta.

Enquanto tomava banho ouvi a porta se abrir e ela entrar me olhando todo. Fiquei com o pau duro quando ela se aproximou e começou a tirar suas roupas, abriu o box e entrou para tomar banho comigo.

-Ainda tá chateado comigo Marquinhos? deixa eu te deixar relaxado, vai…

Ela segurou meu pau, começou a ensaboar e enquanto passava sabão, ela me punhetava gostoso. Minha pica que já tava meia bomba, ficou completamente dura, latejando de tanto tesão.

Essa punheta foi bem gostosa, me deixou completamente louco e a ponto de gozar na mão dela. A mulher pegava meu pau com vontade, fazia carinho no meu saco e me olhava com cara de safada.

-Ta vendo? eu sabia que você tava doidinho pra me comer, isso aqui é só o começo, quero deixar você bem cansadinho de tanto me foder.

A gente trocou vários beijos gostosos debaixo do chuveiro e depois saímos e fomos pra cama. Lá o bicho ia pegar, ela deitou na cama com cara de safada, me olhou de um jeito sensual e com a bucetinha aberta molhadinha me chamando com o dedinho fazendo carinha de safada.

Não aguentei, fui pra cima dela, deitei sobre seu corpo quente e comecei a beijar sua boca, desci pelo seu pescoço gostoso, enchi de lambidas e chupões, depois alcancei seus seios pequenos e rosadinhos. Fiquei admirando eles e enquanto metia minha mão em um, eu chupei o outro, lambi, mordi chupei forte e apertava o outro enquanto ela gemia, se arrepiava e se contorcia de tanto tesão.

-Sempre quis sua boca no meu peito desse jeito, que delícia Marquinhos, mama mais forte.

-Cala a boca, vou te deixar bem satisfeita, vou te chupar todinha.

-Aii, isso que eu quero gostoso!

Fui descendo minha boca pelo corpinho dela, alcancei sua barriga, beijei todinha, senti os pelinhos dela arrepiarem e ela suspirar impaciente porque tava louca pra eu chupar sua buceta.

-Me chupa, para de me torturar, mete essa língua gostosa na minha xaninha, meu grelinho tá latejando.

Cai de boca nela, comecei lambendo de levinho a bucetinha dela, seu grelinho gostoso e bem durinho e depois fui alcançando toda extensão da sua xota molhadinha, enfiei a língua naquele buraco gostoso e vi ela delirar de tesão, se contorcer inteira, gritar, rebolar na minha boca. A mulher tava incontrolável.

-Mete logo essa pica, olha como minha buceta tá molhada.

-Calma aí safada, tá com pressa de levar rola né? então vou te dar.

Disse isso e já fui encaixando meu pau na buceta dela. Fiz ela abrir bem as pernas, meti gostoso no buraquinho daquela vadia e comecei um vai e vem bem gostoso que aumentou os gemidos dela, os rebolados dela embaixo de mim foram bem gostosos e deixei ela suadinha.

-Isso, fode assim, eu gosto desse jeito, não tenha dó não, fode com força!

Eu aumentei o ritmo como ela queria bombei pra caralho na buceta dela e vi a mulher ficar louca, gemer, pedir mais, foi a melhor buceta que já comi.

-Vem cá, sobe em mim agora safada.

Ela sentou no meu pau, ficou de joelhos, ajeitou meu pau na buceta dela e começou a meter gostoso comigo, ela quicava pra valer e eu ficava louco vendo meu pau entrar e sair daquela xaninha deliciosa.

Cada vez que minha pica saia, era mais molhada ainda, a buceta da gostosa da minha cunhada enxarcada demais e minha pica escorregava toda. Segurei ela pelo rabo gostoso e fui forçando o movimento pra frente e para trás sem tirar de dentro.

-Fica de quatro, deixa eu comer seu cuzinho gostoso.

-Ahh meu cuzinho não, vai doer!

-Vai nada, só no comecinho, depois fica gostoso, vem cá, de quatro vai.

Ela ficou na posição, peguei um lubrificante que uso pra comer o cu da minha mulher, lambuzei o cuzinho dela todinho e fiquei brincando com um dedinho lá até ela ficar bem relaxada, comecei um vai e vem com o dedo e logo depois tirei e vi o cuzinho dela piscando gostoso. Que safada minha cunhadinha hein?

Fui metendo no cuzinho dela, bem apertadinho e gostoso, deixei ela toda arregaçada na minha pica grossa, rebolando, gemendo, reclamando que tava doendo mas quando dizia que ia parar ela pedia que não.

-Ai caralho, que cuzinho gostoso você tem, aperta mais meu pau com esse cu gostoso.

-Soca forte, mete no meu cu vai, me fode toda.

Continuei metendo, chegou uma hora que a safada gozou de tanto levar pica no cu e eu não aguentei mais tempo e acabei gozando. Foi uma delícia a gente teve que se ajeitar rapidão antes que minha mulher voltasse e eu não via a hora de comer minha cunhada de novo.

cunhada gostosa

Contos relacionados

© 2018 - Ler Contos Eroticos
Xvideos - Porno Gratis - Videos de Sexo - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - - x videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional - Videos de Incesto - Novinhas Gostosas