Ler Contos Eroticos » Traição » Traindo meu marido com o filho dele

Traindo meu marido com o filho dele

  • 2 de novembro de 2018
  • 58 views

Traindo meu marido com o filho dele

Me chamo Jane, tenho 38 anos, e acabei traindo meu marido pela primeira vez de um jeito muito louco. Sempre tive vontade de dar para outros caras, mas sempre fui fiel. Sou casada com o Paulo a 10 anos, sou morena clara, olhos cor de mel, cabelos loiros até a bunda, peitos médios e bunda média empinadinha.

Meu esposo sempre foi maravilhoso na cama, mas o trabalho foi esfriando as coisas entre a gente e o sexo foi ficando mais raro. Como passo o dia todo em casa e ele muitas vezes dá plantão, eu acabei me sentindo muito sozinha.

O meu marido tem um filho chamado Felipe, que quando fez 18 anos veio morar com a gente. Ele morava com a mãe no interior, tava dando trabalho para estudar e meu marido trouxe pra dar um jeito no rapaz.

Eu não tinha tanto contato com meu enteado mas fiquei feliz com a ideia do Paulo ficar mais perto do filho. O garoto é lindo! ele tem cabelos lisos e negros como o do Paulo, branquinho, olhos claros, alto e levemente definido de academia.

Logo no início o safado me olhava com cara de tarado e quando meu marido saia ele ficava me secando, mas eu fingia que não via nada, não queria um problema em casa, mas com o tempo a coisa foi ficando louca, ele começou a fazer de tudo pra causar algum efeito em mim, começou a andar sem camisa pela casa, depois de cueca e eu não conseguia evitar ver aquele pau enorme marcando e pensar o quanto aquilo deveria ser grande.

Um dia acordei mais cedo tava com uma camisola branquinha de seda e fui fazer o café da manhã na cozinha quando o Felipe acordou, parou na entrada e ficou me olhando.

-Bom dia Jane, nossa! você tá linda com essa camisola hein? com todo respeito!

Eu agradecia os elogios dele sem graça mas minha bucetinha latejava.

Eu tava começando a sentir tesão pelo meu enteado. Meu marido nunca percebeu nada, ele ficava super feliz de ver a gente se dando bem.

A coisa começou a ficar mais quente aos poucos. Um dia fiquei chocada com a cara de pau do Felipe. Eu fazendo o almoço distraída, ele chegou por trás de mim, colocou meus cabelos atrás do pescoço e começou a cheirar meu perfume todo. Eu fiquei sem reação, não conseguia nem dar uma bronca nele, minha buceta molhou, latejou na hora.

-Que isso Felipe, eu sou sua madrasta! mulher do seu pai!

-Ah, desculpa Jane, mas fica difícil não olhar você desse jeito e não achar você gostosa. Que delícia nessa camisolinha.

Ele disse e se aproximou de novo, dessa vez começou a beijar meu pescoço, cheirando meu perfume, descendo as mãos pela cintura. Ele alcançou minha bunda, deu uma apertadinha e levemente eu empinei gostoso. Que delícia sentir as mãos dele me tocando. Deu muito tesão.

-Você é tão quentinha, gostosa pra caralho, encosta aqui e sente como eu fico de pau duro.

Eu encostei no pau dele e foi uma delícia sentir aquela vara dura encostando no meu rabo. Nem preciso dizer que minha buceta ficou toda encharcada né?

Eu gemi e fiquei ofegante com essa putaria deliciosa que começou a rolar e pressionei meu rabo no pau dele, dei umas reboladas gostosas, ele beijava meu pescoço, meu ombro, que delícia foi isso!

Fiquei doidinha, puxei ele pela mão e fomos até meu quarto trocando beijos bem molhadinhos pelo caminho. Fechei a porta só por garantia, ele encostou na parede e comecei a chupar seu cacete gostoso.

Fiz um 69 gostoso com meu enteado

Foi uma putaria quente sentir aquela pica invadindo minha boca e batendo na minha garganta. Eu fiz um carinho gostoso no saco dele, chupei suas bolas lambi com vontade e depois não aguentei, eu tava louca pra sentir ele me chupando também, pedi pra ele deitar na cama, tirei minha roupa de um jeito sensual para provocar ele de um jeito bem gostoso que deixasse ele louco. Me posicionei pra fazer um 69 gostosinho.

Coloquei minha bucetinha bem na boca dele, depois comecei a mamar seu pau de novo, eu rebolava na boca dele e o safado socava a pica até bater na minha garganta. Caralho, que gostoso.

Eu tava super relaxada, ele enfiava a língua com vontade, nesse momento eu não aguentei mais e parei de chupar ele um pouco, fiquei só rebolando na sua língua até que comecei a sentir aquele prazer intenso percorrendo meu corpo e o orgasmo veio, intenso, gostoso, forte e me deixou molinha.

-Que delícia Jane, gozou gostosinho na minha boca né? que tesão da porra!

Ele se levantou da cama, me mandou ficar de quatro, me segurou pela cintura e começou a meter gostoso sem camisinha, no pelo, bem safado. A gente começou a dar uma trepada boa, foi um vai e vem bem sacana, eu gemendo, tomando tapa na bunda, puxão de cabelo, ele me fazendo rebolar na sua pica e o garotão tem uma resistência maravilhosa, ele não cansava de jeito nenhum de me comer com força.

Sentia seu corpo suado pingando em mim e eu tava toda arrombada mas não queria parar.

-Seu cachorro! me fode, não é isso que você queria? fode a buceta dessa safada!

-Aii caralho, você safada desse jeito eu vou acabar gozando!

-Então goza vai, goza gostosinho na minha xaninha, deixa ela cheia de porra aaaaaaaaaahhh!!!!!

Ele começou a meter mais forte, o saco dele batendo na entradinha da minha buceta, deu mais umas 10 bombadas e disse que não tava aguentando mais, que ia gozar!

-Vou gozar sua puta, vou encher sua buceta de porra!

Ele acabou gozando, me enchendo com sua porra grossa e gostosa, me deixando louca, toda arrombada, com a buceta latejando.

A gente fingiu que nada aconteceu nesse dia, mas nos dias que se seguiram, eu não aguentei e comecei a dar pra ele e ensinar várias coisas para esse garotão gostoso! Volto pra contar como liberei o cuzinho pra ele.
marido

Contos relacionados

© 2018 - Ler Contos Eroticos
Xvideos - Porno Gratis - Videos de Sexo - Videos pornográficos Xvideo Porno - Xvideos Pornor - - x videos - xxx - Filme Pornô - xvideo - Porno nacional - Videos de Incesto - Novinhas Gostosas