Descobrindo o sexo

  • 9 de dezembro de 2020
  • 1515 views
1 vote

Me chamo Carla (nome fictício), atualmente tenho 33 anos, isto que vou contar aconteceu quando tinha 19, na época do Orkut (estou ficando velha, há anos esta rede social não existe mais).

Conheci um homem Caio (nome fictício), um pouco mais velho, era contador e também tinha uma banda. Bem saidinho ele, vivia elogiando minhas fotos, depois conversamos bastante, ele tentando me cantar, contava umas historias dele com uma enfermeira, faziam com sorvete usando algumas partes do corpo dela como taça. Era interessante acabei gostando.

Descobrindo muitas coisas boas no sexo

Ele me convidou diversas vezes para ir lá também, mas não tive coragem, primeiro por achar estranho fazer com alguém que nao conheço, além de estar comprometida na época.

As historias eram boas, teve uma vez que me depilei só para contar pra ele e ver ele escrever mais do que fazia com ela. Com o tempo ela num dia que estava menstruada acabou cedendo e liberou para ele a partir de então. Descobri olhando o Orkut que ela morava do lado do meu condomínio, também uma vez vi os dois num parque aqui perto.

Não posso negar que tive muita vontade de ir lá, mas não aconteceu.

Mais tarde eu já com 22 anos, o procurei mas ele devia ter casado porque me bloqueou e não quis falar mais sobre o assunto. Como estava sozinha e sai de um relacionamento tóxico. Mas continuei procurando queria me divertir.

Conheci um outro rapaz, bem forte, malhava direto, corpo bem definido, foi na época que resolvi encarar a academia, logo a conversa evoluiu e com ele foi diferente, vi que ele um dia espiava meu peito por cima da blusa, tivemos uma reação boa, sem compromissos, saímos uma semana depois de nos conhecer, não quis pensar em preconceitos, em por que não… Bom ele fez tudo que o Caio fazia com a outra garota, gostei muito, também ele era super grande, nunca tinha visto tão grande e ele era super tarado também.

Me dominou e conseguiu tudo que queria, não achei que conseguiria fazer até anal com ele. Nem da primeira vez doeu tanto como com ele, mas ele era carinhos e de uma forma ou de outra conseguia o que queria. Nossa sai até dolorida, mas foi bom, me senti desejada. Ele não perdoava, me mordia, deixava marquinhas, sempre que tinha um tempinho me arrastava pra lá. Também fazia tudo que ele gostava, nos realizávamos. Fizemos na praia,  dentro do carro na rua. Uma vez estourou a camisinha fiquei com medo de engravidar, mas foi só neura pois, tomava remédio para não acontecer.

Curtimos por quase 3 anos saímos quase todos os meses, mesmo com ele ou eu namorando dávamos um jeito. Até que ele foi trabalhar fora do pais. Casou por lá e eu aqui. mas ficou a lembrança de tudo, do corpo, do prazer, da dor, da experiência do novo, do tamanho e de tudo mais.



Leia Contos eroticos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: