Desejo por boquete

  • 20 de janeiro de 2021
  • 437 views
0 votes

Bom dia, tarde, ou Noite meu caro leitor. Há muito, eu acompanho contos eróticos porém, nunca pensei que um dia eu escreveria um, o tempo se passou e eu resolvi escrever então… espero que gostem.

Me chamo Victor(*), 19 anos, tenho 1,74 de altura e 73 quilos. Eu malho todo dia, então eu tenho um corpo forte e sou definido.

Eu me considero hetero sempre peguei garotas. Eu perdi a Minha virgindade com uma garota mais velha que eu, mas bom, essa é uma historia para outro conto.

Quando eu fiz 18, eu estava lendo uns contos eróticos e me deparei sem querer, com um que o cara pegou uma travesti por engano, mas gostou muito e criou o habito de sair com bonecas. Eu então senti minha libido muito mais alta, do que quando eu leio outros contos, e isso criou um desejo em mim de deitar com uma boneca e fazer um boquete nela.

Eu tinha muita curiosidade de chupar um pau, porém eu não consigo nem pensar em deitar com um homem. E quando eu penso em uma boneca me da muito tesão. Mas ok, achei que fosse só desejo na hora do tesão, pq depois passava e eu ficava de boa, o tempo foi passando e eu acabei esquecendo.

Já vivendo minha vida normalmente sem o desejo me consumindo, eu em uma sexta feira a noite, fui para a rua  tomar um chopp em um estabelecimento. Quando estava descendo a rua mirei uma morena alta, com um vestidinho curto preto colado no corpo, e um salto alto, tinha as unhas feitas (eu reparo muito nisso em mulheres kk, pra mim é parâmetro pra ver se a mina é cuidadosa). Pensei em ir la falar com ela porem, sem coragem, continuei meu caminho pra tomar meu negocin kkk, cheguei la decidi que ia pedir um balde de cerveja, tomei 2 baldes e sou meio fraco pra bebida, então ja fiquei alterado.

Desejo por boquete na noite com a travesti

Na volta achei que a morena ja teria ido embora, mas não, ela estava la e agora mais linda do que antes. A coragem tomou conta e eu fui la falar com ela, disse-me que o programa era 150 reais a hora e tinha um local ali perto super discreto, só concordei e segui ela pra dentro de um carro.

Em 20 minutos e ja estávamos no ap dela, disse que iria tomar um banho, e ela concordou. Sai do banheiro apenas de toalha, ela ficou um tempo olhando meu corpo e mandou eu esperar, foi até a cozinha pegou uma garrafa de tequila e mandou eu deitar na cama, enquanto ela abria a garrafa.

Fiz o que me pediu, ela jogou tequila na minha barriga, e ficou labendo as curvas do meu abdomem bebendo a tequila. Foi passando a língua pelo meu corpo, descendo e me fazendo dar uns suspiros, passou a mão no meu pau e subiu a boca pro meu pescoço onde me deixou um chupão que durou por 1 semana. Ela então mandou eu tirar seu vestido, o que eu fiz rapidamente, e ja tirei o seu sutiã e mostrou um par de seios perfeitos, que não cabiam nem metade nas minhas mãos.

Ela tirou minha toalha e começou um boquete, que eu nunca tinha recebido antes, era incrível! Eu não queria que aquilo acabasse nunca, só de lembrar meu pau fica duro. Quando eu percebi que não ia aguentar mais, me afastei e inverti a posição, coloquei ela deitada de barriga pra cima e eu fui por cima, comecei beijando a boca dela, mordendo a orelha e fui descendo devagar beijando seu corpo todo, aproveitando cada pedacinho do corpo dela. Até que então eu coloquei a mão la embaixo e senti um volume que não esperava sentir.

Subiu um negocio em mim, que eu não consigo descrever, uma mistura de medo, com desejo, que foi muito bom. Eu então abaixei a calcinha e saltou um pau ja muito duro, eu não tive outra reação, a não ser matar aquele desejo ardente que eu sentia a um tempo atrás, e que me voltara agora ainda mais forte. Eu abocanhei o pau dela, e meio desajeitado, fazendo do jeito que as garotas sempre faziam em mim, fui tentando copiar. Ela colocou as mãos segurando a cabeceira da cama, e colocou a cabeça pra trás delirando de prazer.

Com o tempo peguei o jeito e não parei ate ela anunciar que não aguentava e ia gozar, que queria gozar na minha boca, eu disse que não mas já era tarde, ela segurou minha cabeça contra o pau dela enfiando ate o talo da minha garganta me fazendo sufocar, e só senti os jatos invadindo minha garganta, nem sequer senti gosto quando eu aceitei o que estava acontecendo olhei pra cima e vi o rosto dela com os olhos fechados, uma carinha super feminina de anjo delirando e gemendo com o pau na minha garganta, enquanto me inundava de porra quente.

Deitou desfalecida na cama, deixei só ela respirar por 1 minuto, e falei “agora você ta fodida eu vou comer você todinha sua puta gostosa”. Coloquei ela de quatro, e dei uma lambida babada, passando a língua pela portinha do cuzinho dela, fazendo ela dar um suspiro. Deixei bem babado, fui pra frente dela enfiei meu pau na boca dela e mandei ela babar bastante, feito isso me posicionei atrás dela, coloquei a cabeça do meu pau no cuzinho dela e quando a cabeça passou, eu enfiei tudo de uma vez só. Eu tenho um pau normal de 18 cm, porém ele é grosso pra caralho, então quando eu soquei de uma vez só, ela so faltou ver estrela. Deixei um pouco la dentro pra ela respirar, e comecei a bombar, devagar e fui acelerando ate o ponto de que só dava pra ouvir o som do meu saco batendo nela sendo abafado pelos gemidos que ela dava.

Fiquei metendo por muito tempo, até que eu não aguentei e falei “agora é minha vez amor, você inundou minha garganta, e eu vou inundar a sua bunda” e gozei tanto que meu saco chegou a doer, tirei o pau devagar e ficou escorrendo meu leite do cuzinho rosa dela.

(*) Nome fictício



Contos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: