A mãe do meu amigo virou minha putinha

  • 14 de outubro de 2020
  • 360 views
7 votes

Tudo aconteceu a uns 5 anos atrás, sempre tive tesão em mulher mais velha e tinha uma fantasia de fuder a mãe de um amigo. Sempre lia contos assim e me dava tesão, até que um dia aconteceu com a mãe de um amigo que nunca imaginei, ela era sempre na dela nunca me deu bola, até que um dia eu fui em um bailinho no clube da cidade e lá estava meu amigo com a esposa e a mãe dele que havia separado recentemente, eu estava sozinho no baile e aproveitei e sentei na mesa junto com eles pra tomar uma cerveja.

Papo vai, papo vem, acabei tirando ela para dançar. Ela era uma coroa bem gostosa com uns peitos deliciosos, eu tinha 45 anos na época ela devia ter uns 10 a mais que eu. Ela nunca me falou sua idade.

Quando estava dançando senti um tesão louco por aquela mulher, mas era mãe do meu amigo de trabalho, então meu tratamento com ela era de senhora, segurei meu tesão mas minha vontade era de levar ela embora e fuder ela todinha mas naquele dia ficamos só nisso.

Dias depois conversando com ela pela rede social passamos a ter um papo mais picante e acabei cantando ela, e ela me confessou que naquele dia também ficou com tesão, mas estava com o filho, falei das coisas que gostava ela no começo ficou um pouco tímida mas me confessou depois que sexo para ela era coisa de papai e mamãe e só agora coisa rápida, que nunca tinha nem chupado um pau, mas que tinha vontade.

Mãe do amigo de trabalho virou minha putinha

Marquei de pegar ela na esquina da casa dela e fomos para minha casa, chegando em casa ela um pouco tímida me chupou, fui ensinando ela a chupar do jeito que gosto e ela adorou chupar ficou especialista no assunto, mamava com vontade e eu adoro ser mamado, comi ela na minha cama bem gostoso meti de quatro de todo jeito. Teve um jeito que ela adorou, foi na quina da cama coloquei ela na quina da cama e com as pernas no meu ombro soquei tudo e ela só gemia, nossa que delícia, estava adorando fuder aquela putinha que eu iria fazer ela ser uma putinha na cama e ela uma putinha e não sabia, fiz ela colocar pra fora putinha que tinha dentro dela.

Falei das fantasias e ela tinha várias e eu disse que iria realizar todas, falei que adorava ser mamado enquanto dirigia, ela disse que que tinha essa fantasia, na próxima metida peguei ela na esquina eu estava de short e sem cueca e falei pra ela que iria sem cueca pra facilitar pra ela, ela entendeu o recado e nem precisei mandar, entrou no carro e já caiu de bica, foi mamando até a minha casa e lá fodo ela de todo jeito de novo ela estava adorando, gostava de sentar no meu pau e colocar os peitos na minha boca e eu adorava isso ela sentava gostoso, gostava de sentar no meu pau no sofá sentava e gozava gemendo gostoso no meu pau bem putinha, adorava ver ela gozando, que putinha deliciosa que ela era.

Só coloquei pra fora a putinha que tinha dentro dela, e ela me disse que tinha outra fantasia que era de me chupar fardado, até que um dia deu certo, conversamos pelas redes sociais e falei que estava trabalhando e que iria sair do serviço as duas da madrugada e falei pra ela me esperar peladinha, ela fazia tudo que eu mandava e assim ela fez, me esperou peladinha e do lado de fora da casa a casa dela era bem fechada e eu entrava de moto pelo portão que ela deixava aberto me esperando.

Eu cheguei de moto entrei e ela estava no canto da parede peladinha me esperando e eu fardado ela ficou louca chegou e eu já de pau duro ela tirou meu pau pra fora e caiu de boca, mamava muito gostoso gemia mamando meu pau, eu todo fardado e ela peladinha mamando fui entrando na casa e ela mamando até que chegamos na sala, eu sentei no sofá e ela mamando até que mandei sentar, ela sentou no meu pau que tesão a bucetinha dela estava muito gulosa engolindo todo meu pau ela gozou subindo e descendo gemendo muito alto no meu pau, as vezes até tampava a boca dela para os vizinhos não ouvirem os gemidos.

Ela falava que tinha vontade de gritar, ela gozou saiu de cima do meu pau todo melado e caiu de boca de novo, mamou até que coloquei ela de quatro no sofá e fui metendo, falava pra ela assim está levando vara putinha, ela respondia estou levando vara do meu macho, metia e ela gemia as vezes dava umas pincelada no cuzinho ela não falava nada. Eu forcei quando ela sentiu entrando ela saiu fora, eu deixei quieto e continuei metendo na bucetinha, ela gemia muito, até que avisei que ia gozar e ela quando sentiu a porra enchendo a bucetinha dela gozou comigo.

Que delicia de putinha, falei que na próxima vez ela iria me dar o cuzinho, ela disse tudo bem, vou me preparar pra isso.

E assim foi na próxima eu conto como comi o cuzinho da minha putinha mãe do meu amigo, hoje não fodo mais ela, mas sempre que dava eu ia na casa dela fuder a putinha que eu fiz, espero que gostem.



Leia Contos eroticos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2020 - Contos Eróticos: Histórias Reais de Sexo, Contos Pornô

porno - contos eroticos - quadrinhos eroticos - xvideo - Filmes Porno - Porno Brasileiro - Xvideos - xvídeos

error: