Comi a amiga safada da minha mulher

  • 19 de fevereiro de 2021
  • 2048 views
4 votes

A história começa com um convite que eu e Minha esposa recebemos de uma amiga dela para um churrasco com vários amigos.

A amiga da minha esposa é recém desquitada e arrumou um namorado novo. Todos nós temos idade por volta dos 50 anos.

Estávamos todos no quintal da casa conversando. Eu resolvi ir até a cozinha pegar duas caipirinhas uma para mim e outro para a minha mulher. A anfitriã estava sozinha na cozinha e me deu uma direta, me perguntando o que eu via de especial na minha mulher e que ela não tinha. Eu fiquei meio sem ação e simplesmente dei um sorriso meio sem graça para ela e saí com as caipirinhas.

Lá pelas tantas volto a cozinha para pegar uma cerveja e a safada me diz que deixou um presente para mim no armário debaixo da pia do banheiro. Fiquei curioso e fui até o banheiro para conferir. A puta tinha deixado a calcinha preta dela molhadinha e com um cheirinho gostoso de buceta. Não resisti cheirei muito aquela calcinha e bati uma boa punheta e deixei a calcinha dela bem recheada no mesmo lugar de volta. Aproveitei e deixei o meu número de celular em um pedaço de papel ao lado da calcinha.

Comi a amiga da minha esposa no motel

Quando saí do banheiro eu a encontrei na cozinha e disse para ela que eu deixei um presentinho de volta. No mesmo dia a noite a puta me manda uma mensagem no zap dizendo que adorou a surpresa e estava louca para provar na fonte. Na mesma hora eu fiquei de pau duro. Respondi de imediato. Estou louco para cair de boca na sua buceta.

Ainda ficamos trocando algumas mensagens de sacanagem e marcamos o motel para o dia seguinte. No motel ela veio com um vestido preto. Já fui agarrando e nos beijamos loucamente. A respiração dos dois estava profunda e intensa. Eu não resisti e suspendi o vestido dela e para a minha surpresa a safada estava com a mesma calcinha preta. Coloquei ela na cama, levantei bem as pernas dela e caí de boca naquela buceta que já estava toda meladinha, coloquei a calcinha de lado e chupei muito aquele grelo e aquela buceta até a puta começar a se tremer toda. As pernas delas tremeram tanto e ela deu um gemido alto sentindo um orgasmo louco.

Não resisti a isso e meti o caralho com toda força dentro daquela buceta quente e molhada. Dei umas bombadas forte por uns cinco minutos no máximo, tive um orgasmo como nunca tive antes e enchi a buceta dela com muita porra e a puta teve um outro orgasmo louco gemendo alto. Eu xinguei ela de puta e vagabunda e a mulher tarou. Até hoje essa safada me escreve via zap para combinar para meter no motel.



Contos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: