Nerd do app e a tia safada

  • 24 de junho de 2022
  • 18.105 views views
5 votes

Adriano era um jovem muito inteligente, com apenas 18 anos ja havia conseguido sua independência financeira desenvolvendo aplicativos, inclusive, tinha acabado de comprar seu apartamento no centro da cidade, o que lhe permitiu sair da casa de seus pais e trabalhar com maior tranquilidade e autonomia.

Em determinado final de semana, o jovem recebeu um telefonema de sua mãe para que fosse comemorar o aniversário de sua prima Katia no salão de festas do condomínio dela.

Então, por volta das 19h00, Adriano chamou um carro por aplicativo e foi até o local da festa, chegando lá bem no início do evento.

O rapaz conversou com seus familiares e amigos durante um bom tempo, relatando como estava sendo os primeiros meses morando sozinho.

Um pouco antes de ser cantado o parabéns, a ex-esposa do tio de Adriano, chegou no local, era uma mulher de 60 anos, cabelos tingidos de ruivo, por volta de 1,55m, seios e bunda pequenos, pele bronzeada e com sardinhas no rosto, estava usando um vestido preto colado, curto e um salto alto da mesma cor.

Beatriz tinha acabado de se separar do tio de Adriano e ninguém esperava que ela fosse aparecer, pois eles haviam brigado muito antes de resolverem se divorciar.

Apesar da surpresa de todos, ela foi muito bem recebida e o parabéns foi cantado para a prima de Adriano, sendo que após os convidados começaram a se despedir, restando poucas pessoas no local.

Adriano estava sentado na parte externa do salão verificando um aplicativo que estava em fase de teste, momento em que Beatriz sentou ao seu lado.

– Adriano, como você está, querido ?

– Bem, tia e a senhora ?

– Não vou mentir, não estou muito bem, essas últimas semanas foram difíceis, devolvemos a casa que alugávamos e eu estou morando na casa de uma amiga…

– Nossa, achei que estivesse na casa Katia…

– Não, ela está morando com umas amigas e não quero atrapalhar…

– Poxa, tia, se precisar de qualquer coisa é só me falar.

– Fica tranquilo, querido, não se preocupa, daqui a pouco as coisas se ajeitam, mas com a minha aposentadoria apenas vou precisar arrumar um emprego logo.

– Vai ficar tudo bem, você não está sozinha, estou aqui, tá bom?!

– Você é um doce…

Beatriz o abraçou e deu dois beijos em seu rosto, bem próximo da orelha, fazendo-o arrepiar, ainda, o jovem pode sentir o doce perfume dela, bem como pode ver pelo decote, parte dos seus seios, já que não estava usando sutiã, deixando-o excitado.

Ela voltou a sentar ao lado dele, cruzando as pernas bronzeadas e mostrando sua coxa até quase que uma parte da bunda, abriu a bolsa e acendeu um cigarro.

Adriano não conseguia disfarçar sua excitação, seus olhos não conseguiam olhar para outro local e o volume na suas calças já era perceptível, então, ele inclinou para frente para disfarçar.

– Mas me conta, querido, como estão indo as coisas na casa nova? Ainda não conheci! Preciso ir lá fazer um almoço pra nós!

– Estou gostando de.morar sozinho, é uma independência muito grande e estou me virando bem. Claro, precisa ir sim, quando quiser!

– Rsrs então vamos lá! Não tenho nada para fazer agora e a festa já acabou!

– Sério?!

– Rsrs brincadeira, sei que deve sair hoje com seus amigos ou com sua namorada

– Na verdade… eu não tenho planos, se você quiser conhecer… também não tenho namorada rsrs

– Imagina, eu estava brincando, não vou incomodar você, não vai querer passar o sábado a noite conversando com sua tia velha…

Neste momento ela virou o corpo um pouco mais pro lado, fazendo com que o vestido subisse um pouco mais, deixando sua bunda ainda mais exposta.

Adriano estava se contorcendo de tesão e só pensava que precisava se acalmar, pois daquele jeito não poderia nem levantar.

– Tia, por favor, faço questão que conheça minha casa, vai ser legal conversarmos e você ir lá hoje!

Ela se jogou nos braços do rapaz, dando vários beijos na bochecha e o abraçando bem forte.

– Ótimo! Então vamos!

– Tia, por favor, pegue com a minha mãe algumas coisas para comermos e bebermos em casa enquanto eu vou ao banheiro, pode ser ?!

– Sim, vou pegar umas cervejas e comida e te encontro no portão do prédio.

Adriano viu sua tia sair rebolando até o interior do salão e rapidamente foi ao banheiro para se acalmar e tentar tirar aqueles pensamentos da cabeça.

Ambos se encontraram conforme combinado e pegaram um carro por aplicativo até chegarem ao condomínio de Adriano.

– Uau, amor, que lugar lindo, fico muito feliz por você, parabéns!

– Obrigado, tia… como já passou das dez não posso te mostrar as áreas de lazer, mas …

– Não tem problema, lindo, amanhã você me mostra rsrs brincadeira…

Os dois pegaram o elevador e chegaram até o andar em que ele tinha o apartamento, então, finalmente Beatriz entrou no apartamento de seu sobrinho.

– Nossa, realmente tenho que te dar parabéns pela sua conquista! Tão jovem e já bem sucedido! Você é demais!

Ela o abraçou no meio da sala, mais uma vez lhe deu diversos beijos na bochecha, causando imediata reação dentro das calças dele e o puxou pelo braço em direção ao quarto.

– Vem, me mostra seu quarto e o resto do apartamento!

– Claro…

– Que apartamento mais bonito que você tem! Deu pra fazer um escritório! Seu quarto tem uma cama de casal linda, posso testar ?!

– Fica à vontade, tia…

Ela se jogou de costas na cama, suas pernas foram cima fazendo o vestido subir até a cintura, mostrando uma calcinha vermelha bem fina e transparente.

Adriano não mais se importava com sua ereção, queria apenas contemplar aquela mulher com as pernas abertas na sua cama e mostrando sua calcinha.

– Ops, desculpa, querido esqueci que estava de vestido…aliás, preciso tirar essa sandália, me ajuda ?!

Ela sentou na cama sem arrumar o vestido e levantou a perna direita.

– Tira pra mim?!

Ele se aproximou, sua calça estava com um grande volume, e tirou uma sandália e depois a outra.

– Vem aqui na cama comigo, vamos ficar deitados e bebendo uma cerveja para relaxarmos e curtimos seu apartamento ?

– Sim… vou colocar as outras na geladeira e guardar esses salgados.

Adriano respirou fundo, não sabia se ela tinha percebido sua ereção e que seria errado desejar a sua tia, que se ele tentasse algo, poderia causar um grande problema, então retornou para o quarto, oportunidade em que viu sua tia deitada com o vestido arrumado na medida do possível.

Eles ligaram a televisão e começaram a conversar enquanto trocavam de um programa para o outro encostados nos travesseiros macios e confortáveis.

– Adriano, eu tenho inveja da mulher que vai te conquistar… você é jovem, bonito, tem uma casa linda, é inteligente e deve ser foda na cama…

– Eu não tenho ninguém tia… nunca nem usei essa cama rsrs…

– rsrs então quer dizer que eu sou a primeira mulher que deita aqui com você e que te dá uma ereção mostrando a calcinha, seu safado ?

Adriano ficou sem reação, não sabia o que dizer, sua tia simplesmente abriu sua calça, sacou o pau pra fora e caiu de boca com muita vontade.

Ela olhava fixamente para ele enquanto o via se contorcer de prazer, ela sugava com força e alternava com punheta enquanto lambia seu saco.

– Você precisa entender que precisa de uma mulher experiente para cuidar de você, suprir suas necessidades, que vai dar uma mamada gostosa sempre que precisar tirar o estresse…assim como eu estou fazendo agora…

Ela levantou, tirou o vestido junto com a.calcinha e mandou que ele ficasse pelado e deitasse e em seguida sentou na cara dele enquanto batia uma punheta.

– Uma mulher que vai esfregar a buceta na sua boca pra dar todo mel dela pra você… isso… me lambe e me suga, vou gozar na sua boca seu safado…

Beatriz esfregava sua buceta e ânus na boca de Adriano, enquanto este se deliciava e tinha seu pau massageado levemente pelas mãos dela.

O jovem sentiu o corpo de Beatriz estremecer e esta perder as forças, deitando sobre o corpo dele e gemendo bem alto, momento em que tomou o mel que escorria dela.

Então movido por tanto tesão, ele saiu debaixo dela, a deitou de barriga pra cima e olhando em seus olhos, abriu as pernas dela, e enfiou com força seu pau melado pra dentro fazendo-a urrar de prazer.

Ele ficou de joelho fodendo aquele buceta molhada e olhando a coroa esfregar o clítoris.

O rapaz já não aguentava mais de tanto de prazer e queria explodir nela.

– Vou gozar, tia…

– Não tira, filho da puta, continua socando até me encher de porra, quero sentir sua porra escorrendo dentro de mim…

Adriano aumentou o ritmo e gemeu alto enquanto esvaziava suas bolas dentro da vagina da sua tia…

Seu corpo tremia, ele deitou sobre sua tia ofegante, eles se beijaram carinhosamente, ele sentiu seu pau saindo de dentro dela, acompanhado de muita porra que derramava em seu lençol.

Continua…



Contos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis. Quem tem prazer em ler contos eróticos de qualidade, certamente está no site pornô correto. Os melhores contos de sexo do Brasil. Existem diversas estórias de ficção, porém é possível ver muito conto erotico real. Temas sobre traição, corno, vizinha, primos, primas, incesto em geral. Todos os contos tem conteúdo apropriado para leitura. Sabemos que o tipo de usuário que possuímos é bem exigente por isso fazer a leitura dos contos eroticos levará a ter um prazer imenso, seja para bater aquela punheta ou siririca.
© 2011 - 2022 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2022)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos -Filmes Porno - Xvideos - Porno -Porno Gratis