Tomei leite na passarela

  • 30 de julho de 2020
  • 3106 views
1 vote

Acordei às 5:30 da manhã e resolvi fazer uma caminhada. Coloquei o tênis e segui pra rua, estava indeciso sobre pra qual caminho seguir pois ainda estava um pouco escuro. Por fim, resolvi seguir por uma passarela sob uma linha de trem aqui do bairro.

A surpresa veio na terceira curva quanto vejo um rapaz fumando, encostado virado pra mim. Logo percebi um certo volume na calça de moletom dele. Era negro, 1,80 aproximadamente, magro e do tipo de homem que mais me chamava a atenção.

Leitinho na passarela

Quando cheguei perto, ele apertou o volume na calça e já fez aquela cara de safado. Eu só podia estar sonhando. Mas não, era pura realidade. Um cara lindo estava me pedindo uma mamada e ainda nem era 6:00 da manhã!

Olhei em volta para ver se não tinha ninguém vindo. Ninguém, apenas os raios de sol começando a brilhar no horizonte. Ele colocou a rola pra fora. E que rola. Não estava completamente duro e já parecia ter uns 20cm. Me abaixei e fui direto na cabeça da rola. Senti um forte gosto de mijo. O safado tinha acabado de mijar. Mas não me importei, pelo contrário, senti ainda mais tesão. Aquela rola tinha um gosto e cheiro muito forte, algo que me lembrava masculinidade e virilidade, o que me agradava muito.

Quando a rola ficou completamente dura, eu comecei a lamber cada centímetro daquele mastro, percorrendo a cabeça, a base e passando a língua nas bolas. Quando voltava a chupar a cabeça da rola, percebia um líquido saindo… O pau era muito babão. O safado ainda cuspiu em cima. Eu olhei pra cara dele e ele me mandou mamar logo antes que passasse alguém. Eu obedeci.

Repeti os movimentos, tentei variar um pouco; ele fodeu minha garganta, eu quase vomitei. Em poucos minutos, senti a respiração dele ofegante, sabia o que estava por vir… Não sei quantos, mas ele depositou vários jatos de porra quente e grossa na minha boca. Eu pensei em cuspir, mas estava com tanto tesão que engoli tudo – a porra dele não tinha um gosto ruim.

Passei a língua para limpar o resto de porra que havia ficado na rola dele e me levantei. Ele guardou o pau, tocou em minha mão como um amigo qualquer e disse “Valeu ae, até mais…”.

Cada um seguiu seu rumo e até hoje nunca mais o vi. Espero encontrá-lo em qualquer canto uma hora dessas. Vou adorar chupar aquele pau delicioso mais uma vez e não vou desperdiçar uma gota do que sair dele.



Contos relacionados

    Deixe seu comentário

    Ler Contos Eróticos Reais Grátis. Quem tem prazer em ler contos eróticos de qualidade, certamente está no site pornô correto. Os melhores contos de sexo do Brasil. Existem diversas estórias de ficção, porém é possível ver muito conto erotico real. Temas sobre traição, corno, vizinha, primos, primas, incesto em geral. Todos os contos tem conteúdo apropriado para leitura. Sabemos que o tipo de usuário que possuímos é bem exigente por isso fazer a leitura dos contos eroticos levará a ter um prazer imenso, seja para bater aquela punheta ou siririca.
    © 2011 - 2022 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2022)

    porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos -Filmes Porno - Xvideos HD