Contos Eróticos - Top 10 Contos Eroticos - conto erotico (2020) » Contos de Sexo » Minha esposa seduziu o Professor para passar de ano

Minha esposa seduziu o Professor para passar de ano

  • 20 de dezembro de 2020
  • 3344 views
1 vote

Somos casados há mais de 10 anos, casamos jovens, com pouca experiência, aprendemos tudo juntos, fui o 1º macho de minha esposa, após alguns anos de casados descobrimos o prazer do menage e hoje em dia praticamos muito a relação liberal com o prazer compartilhado. Minha esposa é uma loirinha deliciosa, tipo mignon, corpo delicioso, seios médios, bumbum redondinho, por onde anda chama atenção de homens e mulheres.

Como disse hoje em dia temos uma relação muito liberal e fazemos questão de compartilhar o prazer, sendo assim eu e Lais (*) somos cumplices até de planos de abordagem de alvos escolhidos a dedo.

Certa vez minha esposa chegou em casa e me falou q estava doida para dar para um professor dela, ele já era um homem maduro na época, uns 45 anos, magro, alto e forte, estava sempre de terno, ou seja, um homem muito atraente. O professor Max (*) era muito exigente e muito sério, mas tinha um jeito muito especial com as mulheres, na época ela estudava Direito a noite e em todas as aulas do Professor Max ela passava a maior parte do tempo molhadinha só de imaginar o pau dele em sua boca, chegou a ir para aula com vestido e sem calcinha, cruzava as pernas para ele ver sua xaninha, ficava encarando ele, mas nada dele avançar o sinal.

Já era quase o final do semestre e nada tinha acontecido, decidimos então ser mais agressivos, Lais estava bem de notas mas decidimos q ela não iria fazer a última prova e assim seria reprovada na disciplina dele, seria…

Minha esposa fudeu com o professor

No dia seguinte a prova, poucos alunos foram a faculdade, os que foram deixaram trabalhos com o Professor e foram embora, levei Lais quase no final do horário da aula, vestidinho solto no corpo, sem sutiã e sem calcinha, cheirando a banho e sexo, com o trabalho em mãos, assim que chegou o Professor foi logo dizendo:

_ o q houve Lais, pq vc não fez a última prova? Acho q vc vai reprovar e ter q fazer a disciplina novamente.

Ela chegou bem perto dele, fez uma carinha de safada e disse: _ Prof. Eu vim pra fazer uma Prova Oral, pode ser?

_ Prova Oral, como assim? Não montei nenhuma prova Oral.

_ Por favor, Prof. Me ajude, eu não posso reprovar, meu marido me mata, eu faço o que o Sr. quiser.

Imediatamente o pau do Professor Max cresceu na sua calça, eles estavam no 4º e último andar do prédio, pelo avançado da hora, havia poucas pessoas por ali, ele foi até as janelas e fechou as cortinas, se encostou na porta e disse a ela:

_ Qualquer coisa?

_ Sim, qualquer coisa ela disse, mordiscando os lábios.

_ Me surpreenda então, ele falou quase gaguejando.

Minha esposa foi na direção, chegou bem perto dele e logo lhe deu um longo beijo – padrão namoradinhos apaixonados, foi acariciando o pau dele por cima de calça, abriu o zíper e liberou uma rola enorme, muito dura e muito grossa, tinha uma cabeçona rosa, muito maior do que o meu.

_UAU! Ela exclamou e começou a bater uma punheta para ele, se abaixou e começou a chupá-lo bem devagar, enquanto ele segurava e acariciava os cabelos loiros de minha esposa, ela olhou para o rosto dele e viu o imenso prazer que ele estava sentindo. Continuou com ainda mais vontade. Ela o fazia delirar, enquanto chupava com toda a volúpia e sensualidade. Lambia da cabeça ao saco, mordiscava e sugava a cabecinha, engolia quase o pinto por inteiro e olhava para o Prof. com uma cara de tímida misturada com vagabunda, aquele olhar clássico que todas mulheres fazem quando estão nos chupando gostoso. Ele só gemia de prazer.

Foram longos e maravilhosos minutos da minha esposa com o enorme pau do Professor Max na boca, até que ele apertou os braços dela com força, chegando a machucar um pouquinho. E então começou a lamber e a chupar os seus seios. Eles estavam duros e empinados e o Professor Max encheu suas mãos com eles, apertava e os beijava. Depois ele a colocou em cima da sua escrivaninha, abriu suas pernas e começou a beijar e lamber as coxas de minha esposa, que a essa altura já estava pingando de Tesão.

Em seguida desceu a língua na rachinha dela, abriu mais ainda suas pernas enquanto ele enfiava a língua com força nela. Ele sabia exatamente o que estava Fazendo, lambiscou do clitóris ao ânus de minha esposa, com um jeito tão gostoso, que ela gemeu gostoso de prazer, o gozo, logo, foi inevitável, foi o 1º gozo da noite. Louco de tesão e querendo, o mais depressa possível, saborear o troféu que havia conquistado, ele a penetrou com sua vara enorme e dura de um jeito tão vigoroso que minha esposa teve que conter o grito. Ele enfiou com sofreguidão e tesão em razão de todo o tempo de desejo e energia acumulados em todas as aulas em que minha esposa se exibia pra ele.

Apesar de estar muito molhada, a vagina de minha esposa é apertadinha e ele teve que ir forçando seu pinto cada vez mais e mais. E ela ficava cada vez mais louquinha. Depois que seu pau enorme estava inteiro dentro dela, ele começou a meter com movimentos rápidos e ritmados, devido a força que ele usava, parecia que ele ia rasgar ela ao meio. Enquanto ele metia gostoso nela, ela o chamava de mestre gostoso. Daí ele tirou o pinto e mandou ela ficar de costas pra ele com as mãos na mesa, Ele beijou a bunda e a vagina dela algumas vezes e logo voltou a botar o pau nela. Agora ele a comia com ainda mais fúria e segurava os seus seios e puxava o cabelo dela. Ela se sentiu uma verdadeira cadela naquela posição. Só nesse momento ele falou com ela:

– Minha aluninha safada, gostosa, putinha, que delicia poder te ajudar a passar de ano e fazer de seu maridão um corninho feliz, rebola gostoso minha aluninha preferida.

Ela me disse que gozou outras tantas vezes, como nunca havia gozado antes. Ele metia cada vez mais rápido, tinha até esquecido onde estava e de repente ele gozou gostoso. Com certeza fazia tempo que O Prof. Max não comia ninguém, pois escorreu muita porra pela vagina da minha esposa e muita porra ainda havia ficado dentro dela.

Eles se vestiram e saíram da sala um de cada vez, eu estava esperando minha esposa no carro, ela chegou toda descabelada, com boca inchada e vermelha de tanto chupar aquele pau enorme. Ela me olhou não disse nada me beijou e colocou minha mão na xaninha dela q estava toda encharcada de tesão e de porra do Prof. Max, eu perguntei – e aí, deu pra passar?

Ela toda dengosa disse _ Dei sim, dei muito.

Não consegui nem chegar em casa, encostei o carro embaixo de uma arvore, tirei o pau pra fora e minha esposa foi logo sentando nele e me contando como havia sido, gozei gostoso dentro dela.

O Prof. Max foi parceirão nosso por muitos anos, até hoje é, minha esposa transou com ele várias outras vezes, já saímos juntos os 3 juntos, ele já me ensinou como comer a bundinha da minha esposa gostoso, até vídeos fizemos, sem dúvida nenhuma foi um baita Professor pra nós.

(*) Nome fictício.



Contos relacionados

1 comentário para “Minha esposa seduziu o Professor para passar de ano

  1. Roberto • 15 de fevereiro de 2021

    tenho um lindo pênis com 18 ctm para você e a sua mulher chupar duas horas por dia beijando a minha boca e eu comer a bundinha dos dois

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: