Minha primeira vez com a trans

  • 17 de fevereiro de 2021
  • 628 views
0 votes

Bom, eu nunca fui do tipo que pensava em fazer sexo com uma trans como muitos contos dos quais eu vi, mas aos meus 21 anos ( hoje tenho 32), ficava me passando pela cabeça, como seria transar com uma trans? Sabe, eles se parecem com mulher, e o melhor, eu sei que não vai fingir orgasmo, rsrsrs.

Nessa época eu era recém-casado, mas sempre que a mulher dava uma saidinha eu entrava no site do bate papo e lá conheci um cara, bom, ele ficou super interessado em mim, então passei meu tel pra ele e nós marcamos. No dia seguinte, encontrei-me com este homem, ele me pegou no local combinado e me levou para a casa dele. Ele era baixinho, acho que tinha 1.68 era bem malhadinho, moreno, lábios carnudos, e eu sou branco, alto, na época eu tinha por volta dos meus 68 kg, 1.80 de altura.

Estava bem desconfortável, nunca transei com nenhum homem, na verdade estava com nojo, mas ele foi suavizando a situação, começou a acariciar meu pau e ainda nem havíamos tirado a roupa, mas já estava bem duro. Ele desabotoou e começou a chupar, nossa, que boca era aquela? Sabe, já tive umas 8 namoradas antes da minha Esposa, e somente uma havia chupado tão gostoso quanto ele.

Um dia comi uma trans, no outro fui enrabado

Depois que estávamos nus ele me levou pro quarto dele, ele estava extremamente excitado, o pau chega pingava, e aquilo me excitava mais ainda, ao mesmo tempo que me deixava muito constrangido e nervoso, ficava me exigindo, “não sou gay, não sou gay”, então ele lubrificou o cuzinho, bem raspadinho, e ficou de 4. Soquei devagar, nossa, muito apertado, fui enfiando todos os meus 17 cm, considero um tamanho médio, mas meu pau é muito, mas muito grosso, imaginem aqueles rolons grandes de aerossol, pois é, acho que ele sentiu a pressão.

Gente, ele gemeu muuuuuuiiiiito, o pau pingava, não demorei muito pra gozar, também, com aquele cuzinho bem apertado, só sei que quando gozei, ele pediu pra deixar o pau dentro, poucos segundos depois ele gozou, nossa, sem estimular o pênis.

Eu sei, você deve estar pensando, tá, o conto era pra ser sobre transexual, sim, mas aquela gozada dele, considero como o gatilho para me fazer desejar ter outras experiências, ficava me perguntando, será realmente possível gozar pelo cú?

Bom, fui assistindo cada vez mais vídeos de trans e cada vez mais meu interesse era sobre paus grandes, colocava nas pesquisas, “big cock”, “trans ativa”, e a cada vídeo ficava imaginando, “ai que delicia, quero muito um pau desses dentro do meu cú”

À medida que eu ia procurando nas salas de bate papos sobre alguma trans disponível, eu ia estimulando meu cuzinho, comprava lubrificantes, pepinos (esses de vários tamanhos), até que resolvi comprar um pênis de borracha, dei pra minha esposa com a desculpa de que era para “apimentar a relação”, mas sempre quando ela saía eu brincava, gente, vocês não tem noção, era enormeeee, kkkkk.

Minha busca um dia deu certo, encontrei uma trans no site  e pedi o face dela, conversamos e imediatamente marcamos, não morava muito longe, ela morava a um bairro que fica a uns 6 km de distância, ela morava sozinha, então estava ótimo, o universo estava ao meu favor.

Ao chegar lá, bati, e quando ela abriu, pra minha surpresa estava completamente nua, a casa dela fica na esquina e ao redor algumas pequenas empresas, oficinas mecânicas, lojas, enfim, nossa, fiquei morto de envergonhado, entrei correndo.

Lá dentro, casa pequena, fomos diretos para o quarto, não pensei duas vezes, estava com muuuuuuiiito tesão, ela era uma loira, linda, da minha altura, corpo saradíssimo, seios bem avantajados, bunda enorme, mas o melhor, o pau, nooooosssaaaa, era imenso, acho que uns 24 cm e ela era totalmente ativa.

Estava com tanto tesão que eu tomei a atitude, deitei ela na cama e cai de boca, depois fizemos um 69, apesar dela fazer um boquete delicioso, mesmo assim ainda não se comparava da primeira trans, rsrsrr, mas quase fiz ela gozar, ela forçava a pica dela enorme na minha boca, por vezes cheguei a ter ânsia de vômito, mas eu pedia pra ela, força, bate na minha cara.

Ela tirou o pau da minha boca e imediatamente pegou a camisinha e o lubrificante, bom, gente, eu sei dos riscos, mas eu estava com tanto tesão que queria sentir aquele pau descendo lisinho na minha bunda, ficava imaginando os filmes que eu havia assistido, eu pedi pra ela, “coloca sem camisinha vai amor”, ela negou na hora, kkkk, “comigo só com camisinha”, mas tudo bem, depois me toquei que foi o certo, kkkkk.

Mas depois ela me colocou na posição de frango assado, lubrificou meu cú e começou a colocar, como eu sofri gente, não era como eu imaginava, doeu, mas doeu demais, foi muita luta pra ela colocar a cabecinha, o bom que ela era super-carinhosa, foi enfiando devagarinho, até que já estava com tudo dentro, ainda assim doía, até que ela me colocou de costas, e até que me dei bem, senti muito prazer nessa posição, aí fui começando a entender o por que é tão gostoso dar o rabinho, à medida que ela socava eu pedia mais forte, “vai safada, puxa meu cabelo, me bate na bunda” e ela dizia, “toma safado, tu gosta né minha putinha?”, e eu pensava, peraí, minha putinha? huuum, gostei, e ela perguntava, tá perto de gozar amor?

Eu pensei, opa, peraê, esperei tanto tempo pra ter essa experiência que vou aproveitar o máximo, então pedi pra ela deitar na cama pois eu queria ir por cima, outra dificuldade, quase não entra, e em casa era o que eu mais gostava de fazer, colocar o dildo por baixo e sentar, mas lubrifiquei mais um pouco e entrou, depois que deixei o pau escorregar no meu cú, pronto, foi só alegria, minha próstata sendo estimulada fez com que eu sentisse um prazer imensurável, ela gozou ali mesmo e ainda assim me masturbou, mas já estava pertinho, gozei com o pau dela dentro do meu cú, depois, tirei a camisinha e chupei aquele gozo.

Nossa, foi a melhor gozada da minha vida, ainda nos encontramos várias vezes, até que ela começou a me cobrar pelos encontros, resolvi deixar quieto, até mesmo por que já estava transando com outras.



Contos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: