Contos Eróticos - Top 10 Contos Eroticos - conto erotico (2020) » Incesto » Presente de aniversário foi comer minha sobrinha

Presente de aniversário foi comer minha sobrinha

  • 26 de abril de 2021
  • 6360 views
2 votes

O fato que vou narrar aconteceu  quando eu tinha 40 anos, era semana do meu aniversário de 41 anos, tinha três meses que fiquei solteiro.

Eu tinha alugado uma casa de praia para passar final de semana um dia depois da comemoração do meu aniversário com a família, o fato aconteceu com uma pessoa da família, tenho uma sobrinha que naquela época tinha 19 anos, ela, minha irmã moram no em outra cidade devido ao trabalho do meu cunhado na época, logo minha sobrinha eu não a conheci, faltava tinha chegado o dia do meu aniversário e festejamos regado a muita bebida e churrasco, como eu estava solteiro, não estava comprometido com ninguém, era madrugada de sexta-feira e na segunda era um feriado.

Quando o dia amanheceu, minha irmã liga dizendo que minha sobrinha  estava chegando eu disse que estava indo para casa de praia então ela pediu para pega-la que ela ficaria com nossos pais só que logo pela manhã eles tinham viajado para o sítio e um dos meus irmãos que os levou e ficaria lá para trazê-los na terça pela manhã, foi quando minha irmã pediu para eu leva-la para casa de praia, concordamos etc..

Estacionei meu carro no aeroporto e fiquei aguardando e tinha pedido para ela enviar meu contato para minha sobrinha, esperei cerca de duas horas, quando eu estava desanimado recebo mensagem no whatsapp, era ela, mensagem dizia “Oi, tio, já cheguei viu, estou indo pegar a mala mas estou com uma baita fome, podemos para em algum lugar para comer?” disse que sim.

Bom, quando ela me liga já do lado de fora da área de desembarque descreve como ela está, afinal eram muita gente: ”Oi estou de Meia-camisa Polo branca e uma calça jeans curta e tamanquinho, cabelos pretos com mechas pouco vermelhos”. Identifiquei ela e chegando próximo dela me identifiquei, ela me abraçou calorosamente, bom, uma ninfeta linda, rosto bem definido, boquinha pequena e carnuda, seios médios, uma bunda bem definida, não pude deixar de notar.

Fomos comer algo, ela foi no banheiro e deixou o celular na mesa, logo vi muitas mensagens chegando, era minha irmã, fiquei super curioso então peguei o celular rápido e comecei a olhar as fotos, uma infinidade de fotos de biquini, muitas de shortinho dela dançando até de calcinha, meu coração disparou fechei tudo e deixei o celular lá.

Quando ela voltou comemos um arroz com bife e batata fritas, avisei que estava indo para uma casa de praia que eu tinha alugado, ela adorou e perguntou se tinha piscina, confirmei que tinha e que também tinha rio e praia pouco distante da casa, mas tinha. Logo, ela pediu para irmos a uma loja de biquinis e pediu ajuda para escolher, fomos a uma loja no outlet e ajudei a comprar dois biquinis um eu paguei foi presente, era na cor branco e pequeno o que ela comprou não era grande, mas a cor era preta com uma língua de uma banda na frente.

Cheguei no local tinha um caseiro terminando de preparar tudo e já tinha combinado que ele não ficaria, ele então disse que os controles das câmeras de vigilância estavam numa salinha nessa altura minha sobrinha estava indo para uma mesa e colocou a mala e a mochila. Quando o caseiro foi embora ele disse, “divirtam-se, minha sobrinha rio olhou para mim e disse, acho que poderíamos chamar mais pessoas cadê o restante da família, vamos ficar somente eu e você nessa casa gigante? Respondi que sim e ela completou: “porque não trouxe uma namorada ao invés da sobrinha que você nem conhecia?”. Foi quando eu disse que não sabia foi sua mãe que pediu.

Bom, entramos na casa, tinha 03 quartos, duas eram de casa camas grandes um espelho enorme no teto e outro na lateral da parede, um de solteiro com um espelho na lateral. Minha sobrinha foi tomar banho no banheiro comum e fui conhecer os detalhes dos quartos, quando Juliana saiu do banho com uma toalha de rosto enrolada nos cabelos, sem maquiagem com uma cara de putaria e de ingênua, vestida com um short jeans curtíssimo com a bela bunda mostrando me segurei ao máximo ela começou a me seguir vendo os detalhes quando ela perguntou se eu tinha escolhido o quarto eu disse que sim e quando passamos para o outro vimos que o acesso de um banheiro de um quarto dava acesso a outro, foi quando ela me perguntou; “e agora!!!! Já imaginou você entra no banheiro para tomar banho a noite e saiu no meu quarto enrolado numa toalha??” Nossa, sei não viu, e aí tem como trancar?

Fomos ver, mas no decorrer ela disse “não ter problema e que confiava em mim e que não há motivos para paranoia, o que acontece ali morre ali.” Pedir para que ela vestisse o biquini e ao invés de irmos para piscina convidei para tomar banho de praia, assim ela fez, ela vestiu o biquini branco com uma Canga amarela e outro tamanquinho de madeira pouco alto o que a deixava bem sexy.

Fomos de carro pois a praia e dentro do condomínio, mas pouco longe, quando chegamos arrumamos as coisas eu tinha pegos cervejas em lata gelada, refrigerante, e salgados que eu tinha pedido para o caseiro comprar, a praia era muito deserta não era época de praia condomínio ainda estava loteando etc.

Meu presente de aniversário inesperado: comi minha sobrinha

Tirei a bermuda e fui tomar banho, enquanto eu estava na água, ela tirou a canga e começou a tirar fotos, sair da água ela brincou comigo, seu aniversário foi ontem, me abraçou bem apertado e estendeu o braço para tirar selfie, meu corpo colado nela meu pensamentos era loucos e inevitavelmente meu pau explodiu, ela sentiu e ficou sem graça eu sentei e acabei deitando para esconder ela rindo da situação disse que não tinha problema, deixou o celular novamente aberto e fui se molhar, quando ela veio em direção a mim, eu percebi que a água fez com que o biquini ficasse translucido, dava para ver inclusive que ela tinha uma tatoo na virilha coberta pela metade mas a água evidenciou a buceta dela com pelos ralos, eu apontei e disse para ela vestir a canga, ela olhou e colocou a mão em cima os seis ficaram os bicos entumecidos ela então pediu para que eu pegasse a canga na bolsa eu me virei ainda com a pica bem dura ela viu e disse: “ainda assim, não vai baixar isso ???” Então eu disse como?

Eu tenho uns meses na seca, foi quando ela meteu a mão na minha sunga puxando para baixo libertando uma rola que só era castigada por inúmeras punhetas, eu estava de joelhos, ela sentou atras de mim me fazendo sentar, colocou as pernas dela por cima das minhas e com uma das mãos ela começou a bater uma para mim, a proporção que ela fazia aquilo ela mordia minha orelha, metia a língua em meus ouvidos eu estava louco, eu já estava prestes a gozar, mas eu queria muito mais, sair daquela posição, tirei a parte de baixo do biquini e pude ver o quanto era linda aquela buceta inchada de pelos ralos, coloquei ela deitada, ela disse “vai devagar, estou virgem novamente, tem seis meses que não sei mais o que é isso, meu noivo está a trabalho nos EUA”.

Susana Melo & Emmanuel Rodriguez Favio

Meti a língua, bem no fundo a proporção que eu mordia a buceta dela toda, puxava o clitores, ela erguia a cintura e puxava meus cabelos forçando minha língua totalmente para o fundo. Ela gemia forte quando ela saiu e se levantou, dizendo que não podia, que não era certo, meu pau ali, pronto para entrar naquela grupa, ela ficou de costas e saiu andando, minha sobrinha levou as mãos na cabeça prendendo o cabelo e foi em direção da água, fui atrás fiquei com medo, ela chorava dizendo que nunca tinha feito isso e pior, traiu noivo com o tio dela, puxei ela da água e a levei para um toco de coqueiro, estava sem camisinha e ela disse que tinha medo, me encostei no toco e mandei ela chupar meu pau, ela ajoelhou e olhando para mim pediu que avisasse quando estivesse para gozar.

Ela chupava meu pau de tal forma que era preciso parar para não gozar, então eu disse a ela que queria um presente de aniversário foi quando ela disse que eu já estava ganhando um, a sobrinha fazendo um boquete, então eu pedir que o presente fosse ela me dando o cú, ela levantou olhou para mim, ficou de quarto na areia e pediu para ir bem devagar, passei a mão na buceta toda melada e molhei a cabeça do meu pau, bem devagar, comecei a meter no rabo duro e empinado de ela que mordia os lábios e quando a cabeça passou ela abriu um grito, eu coloquei a mão na boca ela mordeu um dedo meu e tirei rápido, ela pediu desculpas e novamente mandou eu fode-la, quando conseguir entrar todo, iniciei um vai e vem com aquele cú esmagando meu pau eu perdi a noção do tempo e avisei que gozaria, quando tirei ela deitou na areia de pernas abertas e apontou para a buceta, Gozei em cima dos pelos da buceta de dela.

Com meu pau melado ainda eu dei para ela chupar, fiquei ali com o pau ainda duro ela rindo se levantou e foi se lavar, tomamos um banho, comemos e bebemos duas cervejas ela me olhava e juntos parecíamos casal de namorados, voltamos para a casa de praia tomamos banho juntos e fomos dormir, cada um no seu quarto até porque não sabíamos o que tinha e quem poderia chegar de surpresa ainda que ninguém tivesse as chaves da porta o diabo é sujo.

Eu dormir a mil, acho que ela também, o dia amanheceu ela saiu do quarto apenas de calcinha preta contratando com sua pele branca, ela passou por mim no meu ouvido ela disse que foi a primeira vez que tinha dado o cu para alguém e queria mais, logo naquela manhã enfiei a rola em minha sobrinha que desta vez mesmo que sem camisinha eu comi a buceta dela e de fato, estava muitíssimo apertada, eu metia naquela buceta olhava para ela e chamava de ninfeta, puta e gostosa, não demorou muito com a taca toda melada da buceta dela, coloquei ela de franga assada e enfiei a rola no cú dela, Ela gritava e chorava de tesão.

Levantei e puxei ela para o quarto de casal e lá fodemos muito, o celular dela estava tocado era o noivo ligando dos estados unidos chamada de vídeo, enquanto ele ligava minha sobrinha estava me dando o cú pela terceira vez, eu queria muito gozar e tirei e meti na buceta, não demorou muito e enchi a buceta dela de porra, ficamos na cama largados eu do lado dela e ela retornando a mensagem dizendo que depois ligava que tinha perdido algo que contava para ele depois, já era final de tarde fomos na farmácia comprar pílula do dia D. Perguntei a ela o que você perdeu e o que vai contar? Vou dizer a ele que perdi brinco” kkkkkkkkkkkkkkkk.

Ficamos desde sábado fodia para dormir, acordava para foder, ia a praia e fodia, no rio fomos vistos por um casal e essa parte conto depois.



Contos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: