Sexo picante: Pecado vicioso

  • 2 de dezembro de 2019
  • 5943 views
3 votes

Oi meu nome é Renata e vamos chamar meu amante de Rodrigo, tudo começou a alguns anos atrás quando eu estava em uma crise de sexo prolongada no meu namoro, de até então 2 anos.

Em uma dessas brigas eu resolvi paquerar em uma rede de relacionamento, algumas curtidas aqui outras ali chegou uma mensagem, logo fui ver o perfil lá dizia que era um homem de 27 anos (eu... época tinha 18) 1,80, moreno, e casado!

A princípio estava apreensiva e só queria conversar e quem sabe trocar umas fotos.

Conversamos e no mesmo dia ele pediu meu número eu passei e ele me chamou, quando perguntei onde ele morava me surpreendi em saber que era próximo.

Naquele dia ficamos conversando até umas 23 hrs e passada uma semana de conversa pedi para me encontrar com ele, mesmo sabendo de todos os ricos marquei em uma loja de material de construção, eu tinha acabo de chegar de uma consulta de ocultista mas não puder não ver aquele homem maravilhoso chegando perto de mim com uma jaqueta de couro preta e um cavanhaque lindo, uma cara de mal que eu me apaixonei na hora, ele conseguia ser mais lindo do que nas fotos ele me chamou para ir até o carro que seria mais seguro por que ali na loja tinha um pessoal que ele conhecia.

Fomos até o carro conversamos um pouco e ele já me pediu um beijo, nos beijamos e no meio da pegação coloquei a mão naquele pau grosso e grande, confesso que até me assustei, era muito mais grosso do que eu estava acostumada, mas continuei ele logo veio p cima de mim me deitou no banco da frente, eu estava de vestido e coloquei a calcinha para o lado e ele colocou a cabeça na minha bucetinha que estava toda molhada de tanto tesão que eu estava, dei aquele pulinho, doeu um pouco na hora mas logo me acostumei transamos gostoso no estacionamento da loja que estava cheia de carros e de pessoas.

Carro embaçado e eu só podia gemer de tanto tesão que eu estava e ele logo gozou em mim, se quer pensamos em camisinha, foi daquele jeito cheio de loucura.

Ele me deixou perto da Minha casa e continuamos nos falando, eu sempre dava um jeito de ir no shopping, já que ele trabalhava lá próximo nós poderíamos nos ver na hora do almoço dele e, sempre transávamos no estacionamento e uma dessas vezes fomos pegos pelo segurança do shopping eu pelada em cima dele, rimos e saímos de la, sem medo só movidos pela paixão. Logo depois veio meu casamento fiz uma festa linda, e decidi nunca mais falar com o Rodrigo.

Alguns meses se passaram e eu não aguentei chamei ele, conversamos um pouco e ficamos junto algumas vezes mas paramos de nos falar de novo. Passado mais alguns meses ele me procurou disse que estava com saudades, voltamos a nos ver e em um dia ele me fala que vai ter outro filho, eu era capaz de largar tudo e ficar com ele mas não aguentei a pressão de ser amante de um cara pai de 2 filhos que nunca vai largar a esposa, estava decidida bloqueei todos os números e esqueci dele.

Mas 3 meses depois um “oi” me destabilizou fiquei brava mas não conseguia dizer não, todas as vezes que ele me chamava nossa chama acendia.

Sempre um acaba machucado com essa história que dura anos,  e continuamos nos vendo e mantendo essa amizade colorida, ele continua casado e eu também, sem saber como vamos acabar, mas sabendo que com certeza será com sexo.



Leia Contos eroticos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2020 - Contos Eróticos: Histórias Reais de Sexo, Contos Pornô

porno - contos eroticos - quadrinhos eroticos - xvideo - Filmes Porno - Porno Brasileiro - Xvideos - xvídeos

error: