Uma transa com o colega do trabalho

  • 28 de agosto de 2021
  • 75 views
0 votes

Oi pessoal…. tenho 26 anos, sou branca , baixinha de 1,58cm, loira e muito abusada por sinal. Sou casada atualmente, e isso aconteceu quando eu tinha 20 anos, na época estava noiva de um cara e nosso relacionando era bom, pois tinha perdido minha virgindade com ele, então ele era meu primeiro homem, com ele aprendi algumas coisas apesar que ele era novo também então na verdade ambos aprendiam.

Na época eu pretendia casar, mais não via muito interesse da parte dele para que isso acontecesse, mais enfim, consegui um emprego com carteira assinada em uma farmácia, perto de casa como operadora de caixa. Lá eu pude fazer várias amizades conhecer pessoas novas e até mesmo para começar abrir a minha mente em questão de trabalho, e lá pude conhecer um rapaz, um moreno com mais ou menos 1,70, daquela cor de jambo e com um sorriso encantador( sorriso safado) e por sinal muito cheiroso.

Nós tínhamos muito em comum pois conversávamos muito não só com ele mas com todos os garotos que eles trabalhavam, sendo que ele começou a me despertar um desejo extremo de beija-lo porém eu tinha um relacionamento e ele também, era casado.

Em uma noite em que meu noivo não pode me buscar no trabalho ele se ofereceu carona para me levar até o ponto no bairro próximo em que eu pegava a minha condução para ir para casa e eu aceitei. E ali nós estamos conversando sobre a vida e nessa conversa ele me perguntou se eu já tinha traído e eu disse prontamente que não. Papo vai papo vem, ele me deixou no ponto e na hora de nos despedimos ele me deu um beijo e nesse beijo que eu já queria tanto, me deixou extremamente excitada era uma mistura de não saber o que fazer, com que meu noivo poderia chegar até o ponto a qualquer momento e de um foda-se bem dado pois eu queria muito aquele beijo.

Voltei para casa e meu noivo estava me esperando e eu estava completamente encharcada. Fui direto para o banho para tentar me recompor e na hora de dormir eu tinha que foder com ele por quê eu estava muito excitada e precisava gozar.

Simplesmente eu comecei a chupar o como se tivesse Chupando o rapaz, eu sabia que aquilo ali era errado mas eu não consegui me controlar e quanto mais eu pensava mas eu ficava molhada então eu sentei firme na piroca do meu noivo e fodi muito!

Uma boa foda com o colega de trabalho

E no outro dia eu não sabia onde enfiar minha cara, mas tentei agir naturalmente para que os nossos colegas de trabalho não percebessem o que tinha acontecido, então chegando à noite estava esperando o meu noivo vir buscar do outro lado da rua e meu telefone começou a tocar e era ele dizendo quê queria muito me ver fora dali, e eu comecei a ficar nervosa porque eu não estava acreditando que poderia acontecer.

Foi quando meu noivo chegou eu entrei no seu carro dei um beijo nele, foi isso com telefone no rosto como se tivesse falando com uma amiga, então ele me falou que tinha ficado muito excitado e que gostaria de me provar e ele falando aquilo tudo me deixou muito excitada e me perguntou se eu transaria com ele, não podia me expressar muito para não dar pinta só responde que sim!

Então marcamos para nos vermos. Disse ao meu noivo que visitaria minha avó e que dormiria lá! E assim eu fiz, fui para casa da minha avó e chegando lá disse a ela que sairia à noite. Ela só perguntou se eu iria dormir em casa eu disse que voltaria antes de amanhecer.

Nem deu 40 minutos eu escutei a buzina, já estava arrumada e fui de encontro com o colega, entrei no seu carro dei um beijo na sua boca e partimos para um motel no bairro do lado. Chegando no motel sentamos e ele veio me perguntar se estava tudo tudo bem comigo pois eu estava com uma cara diferente e eu respondi que era minha primeira vez traindo e que era a segunda pessoa que eu transaria.

Ele só me respondeu falando que não tinha nenhum problema e que seria bom.

Ele então se aproximou e falou no meu ouvido que queria me comer de 4 e me beijou. Caralho! Que beijo era aquele. Eu já estava encharcada, coloquei a minha mão por cima da sua calça, seu pau já estava muito duro e babando e eu fui abrindo o zíper devagar porque queria aquele pau na minha boca, e foi quando que eu não aguentando mais cai de boca na mesma hora e comecei a chupar gostoso pica enorme e grossa dele, logo os vidros do carro começaram a embasar e o nosso tesão só aumentando.

Eu já queria colocar na minha enorme boceta porém apertadinha porque ela já não estava aguentando mais e ele disse que não.

Fomos então para o motel e chegando lá, ele começou a me beijar e tirar minha roupa, peça por peça… E foi quando eu simplesmente arranquei a roupa dele e joguei-o na cama por estar sedenta por ele, abocanhei o pau com tanta vontade que ele gemeu alto e isso me deixou louca de tesão.

Ele me apertava com força me deixando marcada e eu gostava daquilo. E foi quando que ele disse que era sua vez de chupar minha buceta, eu estava quase gozando só de chupar, imagine eu deixando ele me chupar , mais como sou puta pura e não ia perder a oportunidade, foi feito!

Puta que pariu! Que chupada mais gostosa!

Naquela hora não lembrava de mais nada e muito menos que eu tinha alguém, e eu ja não aguentando mais pedi pra que ele me fodesse com vontade, até porque eu não dispenso uma boa pirocada bem funda fiquei de 4 e ele me comeu sem dó. Cada estocada era um mix de prazer. Depois fizemos um papai e mamãe.

Ele me levou até o sofá e me chupou gostoso, penetrando bem a língua na minha pomba, chupando com muita vontade, gozei naquela boca maravilhosa.. Depois disso ele veio por cima de mim e penetrou, que pica maravilhosa, que pegada forte, que porra de homem mais gostoso!!Gozei muito, gozei em todas as posições, o folego dele não acabava, eu já exausta de tanto gozar e ele suando mesmo no frio que estava, me deliciei em sentir o esforço e seu suor, me esfregava naquele tórax largo com cheiro de macho.

Depois de 3 horas transando eu estava com as pernas bambas, fiz oral nele e fizemos mais sexo, e ele tentou me penetrar por “trás”, mas não permiti, pois nunca fiz anal. Então fiz com que ele gozasse em mim porque eu queria sentir muito aquele leitinho na minha cara e assim foi feito!

Já tinha dado a hora para ele ter que ir embora, tomamos um banho rápido nos enxugamos com a tolha de rosto e nos vestimos, demos mais uns beijos, a vontade era iniciar o sexo novamente, mas não tínhamos tempo! Fomos pra casa.

E cada um seguiu sua vida e ainda assim ficamos fazendo por um bom tempo !



Contos relacionados

Deixe seu comentário

Ler Contos Eróticos Reais Grátis.
© 2011 - 2021 - Contos Eróticos – Top 10 Contos Eroticos – conto erotico (2020)

porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - xvideos - Filmes Porno - Porno Brasileiro

error: